Tudo eram flores e um mar de rosas até agora para a Warner Bros. Pictures com sua franquia extremamente rentável Invocação do Mal. O problema é que seu doce sonho milionário virou um amargo pesadelo, daqueles com direito até mesmo a terrível paralisia do sono.

A polêmica questão vêm por conta dos direitos autorais das histórias do casal Warren, os demonologistas protagonistas da franquia. Quem moveu o processo contra o estúdio é ninguém menos que Gerard Brittle, o autor das histórias publicadas em livros nas quais os roteiros de Invocação do Mal Annabelle possam ter utilizado como referência. Brittle lançou em 1980 o clássico livro de horror que trazia as histórias paranormais do casal: The Demonologist – The Extraordinary Career of Ed and Lorraine Warren

Brittle já montava o processo desde 2013 – reunindo um montante de 332 páginas de burocracia -, quando o filme original foi lançado, para reunir as provas que apontam que ele é o único detentor dos direitos sobre as histórias encapetadas. De acordo com Brittle em matéria para o THR, ele possui um acordo de exclusividade com os Warrens datado de 1978, além de não possuir qualquer data de validade ou prescrição dos direitos. 

O advogado de acusação declarou que o casal nunca se opôs ao acordo e que também achava extremamente difícil que a Warner não tenha utilizado algum material de Brittle como referência de pesquisa, além de ter mandado um recado para os advogados da Warner especializados em propriedade intelectual: “Eles ignoraram esse fato inconveniente e construíram uma franquia de um bilhão de dólares.”

Para deixar a situação ainda mais enervante, Brittle alega que a New Line tenha ordenado explicitamente para os roteiristas não lerem The Demonologist. Essa acusação torna a situação da Warner ainda mais grave já que ela tinha conhecimento que não era detentora dos direitos das histórias, mas deram o sinal verde para todas as produções. Mesmo se a Warner alegar que se inspirou apenas no “fatos” das histórias, ela entrará em complicações, pois o casal Warren já havia admitido que tinham exagerado em certas partes de seus relatos.

Hoje, a franquia constituída por Invocação do Mal, Invocação do Mal 2 Annabelle já acumula 895 milhões de dólares. Annabelle 2 tem previsão para sair nos próximos meses e, caso Brittle ganhe o processo, o filme terá sua distribuição impedida já que o autor também incluiu uma ação para impedir o lançamento do filme. Além disso, há o spin off A Freirque seria lançado no ano que vem. Caso a Warner perca a ação e seus 900 milhões de dólares de lucro, ela entrará um problema financeiro bastante grave, já que a sua situação, em geral, não é lá das melhores.

Comente!