Depois de uma avalanche de acusações de assédio e abuso sexuais feitos contra o produtor Harvey Weinstein, muitos se perguntaram se seus parceiros e equipe da Miramax e da The Weinstein Company poderiam saber sobre seus obscuros segredos e seus traços de comportamento inaceitável. Ontem à noite, 10, a banca de diretores da TWC fez um grande anúncio dizendo que não possuía ideia dos abusos e do que realmente acontecia. A declaração também incluiu relatos de Bob Weinstein, irmão de Harvey e co-presidente das duas companhias

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Confira:

A Banca Representativa da The Weinstein Company – Bob Weinstein, Lance Maerov, Richard KeonigsbergTarak Ben Ammar – está chocada e decepcionada pelas recentes acusações de abuso sexual realizados por Harvey Weinstein. Essas ações alegadas são anti-éticas para a decência humana. As alegações emergem com grande surpresa para a Banca. Qualquer sugestão de que a Banca tinha conhecimento sobre as más condutas é falsa.

Estamos comprometidos em canalizar todas as nossas energias a favor dessas investigações criminais, enquanto buscamos justiça para as vítimas”.

Esta última declaração foi feita no mesmo dia em que Harvey Weinstein contratou a advogada de defesa Patricia Glaser, que ganhou casos muito famosos – incluindo o embate entre Conan O’BrienNBC. Ela ira defender seu cliente da demissão da companhia e buscar uma indenização pela unanimidade dessa escolha.

Comente!