Para aqueles que não sabiam, Jay Asher foi acusado durante um ano pela Sociedade dos Escritores de Livros Infantis de assédio sexual.

Nesta última sexta-feira, 25, o autor do best-seller Os 13 Porquês, adaptado pela Netflix em 13 Reasons Why, resolveu entrar com um processo contra a organização por difamação, visto que, devido as acusações sem provas, ele foi expulso da Sociedade e não participou da produção executiva da segunda temporada.

O romancista também entrou com processo contra Lin Oliver, diretor-executivo do grupo citado acima.

Em comunicado ao The Wrap, Asher, além de falar que as acusações são falsas, também diz que a organização nunca entrou com investigações para averiguar a veracidade dos “fatos”. Dessa forma, não há violação de conduta.

Segundo a nota que escreveu, “o diretor-executivo fez acusações imprudentes e mentirosas”, praticamente destruindo sua família e sua carreira. “Não perdoo qualquer tipo de assédio e passei minha carreira tentando apoiar as vítimas”, ele acrescentou.

A série, produzida por Selena Gomez e cujo elenco é formado por Dylan Minette, Brandon Flynn, Alisha Boe, Justin Prentice, Christian Navarro, Anne Winters e outros, está caminhando para sua terceira temporada.

13 Reasons Why retorna ainda neste ano.

Comente!