Um reboot do clássico filme de horror Poltergeist – O Fenômeno, de 1982, foi lançado décadas depois em 2015, mas é preciso ser honesto: não há como compará-lo ao original. E além disso, diferente dos sets do longa mais recente, há vários rumores sobre uma maldição que recaiu sobre o elenco da trilogia. A narrativa gira em torno de uma família do subúrbio que se muda para uma nova casa e começa a perceber coisas estranhas cerceando sua filha.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Entretanto, talvez o escopo sobrenatural não tenha se restringido às telonas. Inúmeros eventos bizarros já aconteceram durante e depois das gravações, incluindo acidentes trágicos. Confira agora o mistério acerca da “maldição” e tire suas próprias conclusões.

A MALDIÇÃO COMEÇOU COM ESQUELETOS HUMANOS

Uma das cenas mais famosas traz a personagem de JoBeth Williams, Diane, caindo na piscina da família, a qual está cheia de esqueletos. Mas o que deve ter passado despercebido pelos espectadores é que os cadáveres são de verdade – com certeza os atores não sabiam sobre isso. “Na minha inocência, eu tinha certeza de que não eram reais”, Williams declarou em uma entrevista para a TV Land. “Assumi que eram objetos cenográficos, feitos de plástico ou borracha. Mas eu descobri que os esqueletos eram de verdade, porque era muito caro fabricá-los”.

MESES DEPOIS DO LANÇAMENTO DO PRIMEIRO FILME, UM DOS ATORES FOI ASSASSINADO

Poltergeist – O Fenômeno foi lançado em junho de 1982 e, em novembro do mesmo, Dominique Dunne, que encarnava a filha mais velha da família, Dana, foi brutalmente estrangulada até a morte por seu abusivo ex-namorado. Ela permaneceu ligada às máquinas de manutenção vital por cinco dias até desligarem-nas. Dunne morreu aos 22 anos de idade.

UM EXORCISMO FOI PERFORMADO NO SET DA SEQUÊNCIA

Preocupado sobre o uso de esqueletos verdadeiros no primeiro filme, Will Sampson, ator da sequência intitulada O Outro Lado, performou um exorcismo no set do segundo filme, antes das gravações começaram em 1984. De acordo com Williams, ele foi à noite para o estúdio e o fez por conta própria. No dia seguinte, o elenco inteiro estava mais tranquilo.

A ATRIZ MAIS JOVEM DA FRANQUIA MORREU AOS 12 ANOS

Talvez esta seja a prova mais convincente de que uma maldição tenha acometido a franquia. Heather O’Rourke, a eterna Carol Anne, era incrivelmente jovem quando morreu de parada cardíaco e choque séptico, causados por uma negligência médica quanto ao diagnóstico durante seus atendimentos. Ela faleceu em fevereiro de 1988, aos doze anos, meses antes do lançamento de Poltergeist III, o último capítulo da série original.

Comente!