O diretor Taika Watiti explicou para o site Screen Rant sua visão para a adaptação live-action de Akira, clássico criado por Katsuhiro Otomo

Taika, que ultimamente vem conversando com os estúdios da Warner Bros. para dirigir a adaptação, revelou que seu filme teria mais elementos do mangá original do que da versão animada, feita após o lançamento do quadrinho, em 1988.

“Sempre senti que era algo que poderia ser feito em uma visão diferente e única. Mas eu não acredito que o mundo precisa de um remake do anime, acho que para mim deveria ser, se houver alguma possibilidade real de fazê-lo, uma adaptação dos mangás de uma nova maneira.”, disse Watiti.

O projeto para um filme americano de Akira já vem sendo discutido há anos na Warner. O projeto ainda não teve início e deverá demorar mais um tempo até que saia do papel.