em , ,

American Gods | Segunda temporada ganha teaser trailer oficial

American Gods chegou às telinhas em 2017 e tornou-se uma grandiosa série, uma das melhores adaptadas do extenso panteão místico e sombrio arquitetado por Neil Gaiman. E não levaria menos de dois anos para que o show finalmente retornasse com uma vindoura segunda temporada, que promete ser tão ou mais incrível que a primeira.

Amazon, que comprou a série da Starz e agora é responsável pela transmissão, divulgou recentemente o trailer do mais novo ano – e parece que uma caótica guerra está chegando para decidir o futuro da humanidade e a chave principal é o ex-detento Shadow Moon (Ricky Whittle).

Confira:

American Gods talvez seja um dos trabalhos mais extenuantes de Gaiman, que arquitetou uma incrível história acerca do embate dos deuses antigos, que existem entre nós desde os primórdios da humanidade e que estão senso substituídos gradativamente pelas novas divindades, criadas pelos seres humanos – como a Mídia, as Armas e as Drogas.

Além de Whittle, Emily Browning, Ian McShane, Pablo Schreiber, Crispin Glover, Bruce LangleyYetide Badaki retornam para o elenco principal. Kahyun Kim substitui Gillian Anderson como Nova Mídia, visto que a atriz saiu após a troca de showrunners.

Michael GreenBryan Fuller adaptaram o show para a TV.

A segunda temporada estreia no dia 11 de março.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Thiago Nolla

Thiago Nolla faz um pouco de tudo: é ator, escritor, dançarino e faz audiovisual por ter uma paixão indescritível pela arte. É um inveterado fã de contos de fadas e histórias de suspense e tem como maiores inspirações a estética expressionista de Fritz Lang e a narrativa dinâmica de Aaron Sorkin. Um de seus maiores sonhos é interpretar o Gênio da Lâmpada de Aladdin no musical da Broadway.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Bob Esponja Calça Quadrada 3 | Paramount inicia produção da sequência

Bryan Singer é novamente acusado de abuso sexual e reage: “É perseguição homofóbica”