em , ,

Anne com E – um mix que leva à leitura

Com a SKY internet e a Netflix, você não pode deixar de assistir Anne com E. A série, canadense, é muito bem feita e foi baseada no livro de 1908, Anne de Green Gables, de Lucy Maud Montgomery e adaptada por Moira Walley-Beckett, vencedora do Emmy.

No ar desde 2017, a série conta a história de Anne Shirley Cuthbert, Amybeth McNully, uma órfã que é entregue, por engano aos irmãos Cuthbert e muda toda a história da família, do local onde passa a viver, criando inúmeras confusões – e se saindo bem de todas elas.

Os roteiros dos episódios têm toques de Jane Eyre, um romance da escritora britânica Charlotte Bröntè, similaridades com os livros que compunham a Coleção Menina Moça, comercializado no início dos anos 1960, no Brasil e Pollyana, livro de Eleanor H. Porter, com a órfã que via sempre o lado positivo de tudo e adorava usar uma palavra nova do dicionário em cada semana.

Na terceira temporada, a série aborda os preconceitos e as diferentes formas de amor, os povos que habitavam o Canadá e sofreram com os brancos e até o carinho de um dos personagens principais – Gilbert Blythe, vivido por Lucas Jade Zumman – com o parceiro de luta no navio, o negro Sebastian Lacroix, Dalmar Abuzaid, que se torna seu sócio na propriedade rural que possui. E dá mais ação à série.

Assistir Anne com E é como voltar no tempo e sentir que as meninas – e garotos – tinham infância e juventude, com brincadeiras ingênuas, alegria por momentos de união e, principalmente, usavam a leitura para fazerem a imaginação voar.

A Netflix finalizou a série em 2019 , mas devido a grande reclamação dos seus assinantes prometeu uma quarta temporada para o ano que vem. É esperar para conferir!

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Matheus Fragata

Editor-geral do Bastidores, formado em Cinema seguindo o sonho de me tornar Diretor de Fotografia. Sou apaixonado por filmes desde que nasci, além de ser fã inveterado do cinema silencioso e do grande mestre Hitchcock. Acredito no cinema contemporâneo, tenho fé em remakes e reboots, aposto em David Fincher e me divirto com as bobagens hollywoodianas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Estudante constrói Batmóvel inspirado na trilogia O Cavaleiro das Trevas; confira

Anúncio de Ben Affleck em Flash foi plano da WB para abafar investigações, diz Ray Fisher