O peixe cabeça-de-cobra, também conhecido como channa, devido a seu gênero (Channa argus), tem características que tornam a espécie altamente invasiva fora de seu habitat nativo.

Essa espécie é voraz, e o formato de seu corpo permite que se desloque entre vegetação aquática e espessa e ele ainda consegue sobreviver longos períodos fora da água porque tem a capacidade de absorver oxigênio do ar.

Ou seja, além de sobreviver, ele pode se arrasta pela terra por grandes distâncias.

E eles agora voltaram a ressurgir no estado da Geórgia, o que fez soar o alarme à autoridade de Recursos Naturais local, que não demorou para a condenar o peixe à morte.

O Departamento de Recursos Naturais da Geórgia confirmou que um pescador encontrou alguns exemplares desta espécie em uma lagoa de uma propriedade particular no condado de Gwinnett, o que marca o primeiro registro deste invasor no estado.

Como o cabeça-de-cobra do norte é uma espécie com uma enorme capacidade de sobrevivência, as recomendações do Departamento a todos os pescadores do estado que o encontrem sejam as seguintes:

“Primeiro, depois de capturá-lo, nunca libere; e segundo, mate-o imediatamente e congele. Pode sobreviver em terra.”