Netflix enfrenta uma nova polêmica, apesar de óbvia. No caso, com o filme interativo Black Mirror: Bandersnatch.

Foi revelado que a Netflix coletou e coleta todos os dados de escolhas que o espectador faz para durante a narrativa. Quem descobriu isso foi Michael Veale, um pesquisador de políticas de tecnologia da University College London. “As pessoas vinham especulando bastante no Twitter, sobre as reais intenções da Netflix. Achei que seria divertido mostrar às pessoas que você pode usar a lei de proteção de dados (a GDPR) para fazer perguntas reais”, disse ao Motherboard.

Após pedir à Netflix dados minuciosos, ele recebeu os arquivos criptografados e usou uma chave da Netflix para desbloquear os dados — um arquivo “.csv” e outro em PDF. O pesquisador acrescentou que, embora não tenha sido tão simples, o processo teria sido facilitado porque ele é uma pessoa pública que costuma fazer esse tipo de requerimento. Colegas que tentaram o mesmo foram tiveram contas banidas por serem considerados “encrenqueiros”.

“Espero que isso inspire as pessoas a procurar seus direitos em situações como essas”. Ainda não dá para saber exatamente o que a Netflix fez ou vai fazer com o material obtido, mas certamente oferece certo frio na espinha — e o caso todo não deixa de ser irônico e paradoxal, já que a trama envolve justamente um personagem paranoico sobre todo mundo rastreá-lo e monitorá-lo.

Sempre quando o sucesso é alto, o risco é ainda maior. Com Black MIrror: Bandersnatch, a Netflix enfrentará um processo perigoso de violação de direitos autorais. 

O processo registrado no tribunal de Vermont, nesta sexta (11), afirma que a Netflix está usando, sem autorização, a marca “Escolha a sua Própria Aventura”. A acusadora é a editora Chooseco, que publica livros interativos desde a década de 1980, utilizando o slogan.

A queixa afirma que a Fox possui os direitos de produzir séries interativas baseadas nos livros da editora. Além disso, foi revelado que a Netflix tentou comprar a licença da marca em 2016, sem sucesso. 

Por esse episódio da compra frustrada, a sorte pode não estar com a Netflix dessa vez que ainda não se pronunciou sobre o caso.

Black Mirror: Bandersnatch está disponível no catalogo da Netflix.