em , ,

Uma surpresa bem-vinda com o steelbook de O Homem Invisível; confira

O Homem Invisível

Distribuição: Universal Filmes

Duração: 124 min.

Discos: 1

Embalagem: Steelbook

Luva: Não

Preço: 129,90

Vídeo

Formato de Tela: Widescreen Anamórfico 2.39:1

Região: 4

Sistema: NTSC

Áudio

Inglês: 5.1 Dolby Atmos

Português: 7.1 Dolby Digital Plus

Espanhol:7.1 Dolby Digital Plus

Análise

O Filme

   ½

O Homem Invisível é um filme de terror diferente do que estamos habituados a assistir entre as produções de Monstros do universo concebido pela Universal. Já assistimos filmes clássicos como A Múmia e Drácula em que essas aberrações ganham vida e saem criando pânico por onde passam. Mas O Homem Invisível, que tem direção de Leigh Whannell (Upgrade: Atualização), traz uma história mais atual, em que Cecilia Kass (Elisabeth Moss) sofre abusos físicos e psicológicos do marido e então decide abandoná-lo. Eis que recebe a notícia que ele morreu, mas não acredita que ele realmente tenha morrido. A partir de então o que se vê é uma perseguição que lembra os grandes filmes de suspense e que deixa o espectador preso na cadeira, com grandes cenas de ação e com uma mensagem bastante interessante no fim.

Moss Revelada

  

Este é um extra bastante esperado pelos fãs do steelbook, mas que infelizmente é bastante curto,  tendo pouco mais de três minutos, em que é mostrado como a atriz Elizabeth Moss se preparou para trabalhar no longa, além de colocar a atriz falando sobre a importância da sua personagem. O interessante do extra é ver Moss em ação, trabalhando em cena e dando vida a personagem que é perseguida pelo vilão. Mas tudo isso de forma bastante rápida, já que são poucos minutos de vídeo.

A Jornada do Diretor com Leigh Whannell

  ★ 

Um dos maiores extras do Blu-Ray, com um pouco mais de dez minutos e também um dos mais interessantes e relevantes, é este capítulo em que o diretor fala do porquê dele ter escolhido ter trabalhado na produção e também da sua paixão por filmes de terror. O melhor deste extra é que ele mostra de forma resumida os quarenta dias do árduo e cansativo trabalho, isso sempre com foco no que o diretor fazia, relatando como foram desgastantes as filmagens de O Homem Invisível, mas também prazerosas e divertidas. Um prato cheio para quem é fã dos trabalhos realizados por trás das câmeras.

Os Jogadores

  

Aqui é possível ver mais do trabalho do elenco secundário, incluindo o vilão. Neste extra os atores  aparecem falando de seus papéis e também é possível vê-los em alguns momentos em ação e também dialogando e conversando com o diretor nos bastidores. Esse trabalho por traz da câmera é algo que fascina muitos cinéfilos e até mesmo quem gosta de acompanhar o trabalho dos atores, por isso é algo interessante de se conferir, mas também é um extra não tão longo.

Terror Atemporal

 

Neste capítulo o diretor Leigh Whannell e o produtor Jason Blum são os destaques, em que falam sobre a importância de refilmar o clássico de O Homem Invisível nos dias de hoje e como vários elementos não foram tratados nos longas anteriores e por isso seria interessante trazer à tona para a trama atual. Um ponto bacana foi quando o diretor falou de sua ideia em relação a tecnologia usada para dar a invisibilidade para o vilão e não o deixar de um jeito que fosse superficial no longa.

Cenas Excluídas

  ★ ½

Cenas excluídas são bem comuns de serem encontradas em edições de DVDs e Blu-Rays, até porque os diretores filmam tantos takes que fica fácil colocar essas cenas nas edições de mídia física a serem lançadas posteriormente. Em O Homem Invisível há muito material que foi cortado da versão final, cenas que não iriam acrescentar muita coisa a história do filme, e que só serviriam para enrolar, e que foram um acerto do diretor em terem sido cortadas. Dentre as cenas excluídas se destacam: Cadê o meu telefone? e Tem Alguém Sentado na Cadeira que talvez pudessem ter sido aproveitadas, de resto serve para apenas para ver mais sobre as cenas filmadas que não entraram no longa e para ter um gosto a mais de Moss em cena.

Comentários do Filme com Roteirista/Diretor Leigh Whannell:

  ★ ½

Para quem curte saber detalhadamente como o diretor trabalhou certas questões, cena por cena, este é um extra bastante relevante e que deve ser conferido, já que Whannell trata de certas questões que geralmente não são mencionadas em entrevistas ou que são esquecidas de serem ditas. Aqui o diretor realiza comentários dos desafios de filmar certas cenas e outras escolhas feitas pelo roteiro.

Conclusão

A edição em stellbook de O Homem Invisível é um item de colecionador que vale a pena ter guardado na estante mais por sua beleza em acabamento do estojo do steelbook, que realmente é lindo por sua arte, que propriamente pelos seus extras, que deixam bastante a desejar. Há muito conteúdo que parece ter ficado de fora da edição, tendo se enchido de extras curtos. Há dois bons extras sobre os bastidores das filmagens que realmente se salvam.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Gabriel Danius

Jornalista e cinéfilo de carteirinha amo nas horas vagas ler, jogar e assistir a jogos de futebol. Amo filmes que acrescentem algo de relevante e tragam uma mensagem interessante.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Podcast Três É Demais #23 | Indiana Jones e a Última Cruzada

Segunda temporada de ‘The Mandalorian’ ganha primeiras imagens; confira