Um dos mais aguardados painéis desse início de CCXP era justamente o da Paramount, um dos estúdios centenários mais importantes de Hollywood e do cinema mundial. A principal promessa era apresentar dois dos maiores destaques de seu line up de lançamentos para 2017: Vigilante do Amanhã – Ghost in the Shell e XXX: Reativado.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Então começamos com o pé na porta. A Paramount caprichou e muito no conteúdo em vídeo para o ansioso público presente no enorme auditório Cinemark, a casa das principais atrações de eventos que vão pintar nesses três dias restantes de feira.

Tivemos dois ótimos vídeos mostrando trechos inéditos de Ghost in The Shell. Como o conteúdo era exclusivo, foi solicitado guardar os celulares e câmeras para não existir registros das imagens. Mas podemos descrever para vocês.

Um dos vídeos era justamente a abertura do filme, mostrando a concepção de Major em um processo visual que relembra o design da concepção dos Anfitriões de Westworld para os espectadores que não conhecem a obra original. É um show de imagens belíssimas e de trilha musical certeira que evoca a origem oriental da história – na verdade se trata da mesma música do anime.

Rupert Sanders pega diversos dos enquadramentos originais de Mamoru Oshii ao dar vida em live action. É um respeito ao material base raro de ser ver e que deve garantir esse remake de Ghost in the Shell no rol dos grandes filmes do próximo ano. O segundo clipe, também similar as cenas do filme de 1995, apresenta uma breve sequência de tiroteio e luta com Daisuke Aramaki.

Depois, houve um breve vídeo mostrando alguns dos lançamentos planejados para 2017, além dos dois de destaque do painel: Annihilation, novo filme de Alex Garland, diretor de Ex Machina, estrelando Natalie Portman; As Aventuras de Tadeo, a confirmação dos diversos filmes que teremos sobre Transformers conquistando títulos para uma nova trilogia iniciada por O Último Cavaleiro e do novo filme de Alexander Payne, o drama Downsizing.

Terminado o line up, fomos informados que veríamos os primeiros vinte minutos de XXX: Reativado e o povo foi à loucura.

8d39dfec-afca-4ff9-bd70-f368e06e1ade

Neymar explosivo

Nunca se sabe o que esperar dessa franquia esquisita que é Triplo X, mas já estejam avisados que teremos spoilers aqui na descrição do que foi mostrado.

O fiapo de história que o filme aparenta ter é: um grupo de vilões hipsters e acrobatas conseguem assaltar uma reunião governamental e roubar todos os códigos nucleares dos armamentos americanos. Para resolver esse problema monumental, o governo só vê uma saída: recrutar novamente Xander Cage.

A maioria das cenas se concentram em ação, muita ação. Apenas a introdução do filme que estabelece um problema com uma queda de satélite justamente no café onde Neymar Jr. E Samuel L. Jackson batem um papo. Jackson quer recrutar Neymar para a iniciativa triplo X. O problema da cena é que é evidente que os dois não estão contracenando no mesmo local. Sempre estão em planos separados e como Neymar não é nenhum ator decente, é notório que há algo de bizarro e artificial na cena.

Neymar também não se esforça e fala duas frases em português com Jackson…. Enfim, depois temos uma sequência bizarra de ação que acompanha os antagonistas matando todo mundo durante essa reunião secreta. A ação puxa uma coreografia bem escrachada, apostando em humor slapstick acabando totalmente com a tensão da cena. É um Trapalhões mais violento e bizarro.

Então, somos apresentados a Xander Cage roubando um aparato em uma torre de transmissão. Ele foge com manobras surreais usando aparelhos de esqui na selva até usar um longboard em uma serra. Enfim, depois de muitos minutos mostrando o quão descolando Xander é, a agente do governo recruta o herói e então o vídeo passar a seguir uma estética videoclipada apresentando os outros personagens que vão integrar a nova equipe que salvará o mundo.

ca72848e-2236-4f39-ab8e-c0ca545f4fd9

Cada um tem direito a uma telinha de apresentação de seus gostos e hobbies, exatamente como em Esquadrão Suicida. Todos são apresentados em situações para lá de bizarras, dignas de vergonha alheia. Bom, esse xXx: Reativado promete já ser um dos piores filmes de 2017, mesmo estreando logo no mês que vem. Mas o público gostou e embarcou na brincadeira estranha do filme.

Após a exibição, finalmente chega o momento mais esperado do painel: a presença de Vin Diesel, Nina Dobrev e Michael Bisping. Entrevistados por Érico Borgo, sem espaço para perguntas da imprensa ou do público, tivemos uma sessão normal de perguntas de respostas similares entre si.

Como os fãs interrompiam a conversa a cada momento que Dobrev ou Diesel abriam a boca, pouco foi aproveitado. Apenas disseram que foi uma das experiências mais divertidas da vida participar do set de xXx e que adorariam retornar para uma sequência. Bisping, lutador de MMA, afirmou que quer retornar no elenco de futuros filmes, não somente limitado à franquia Triplo X.

Dobrev também falou que sua personagem, por ser certinha e inteligente, foi um desafio de criação no processo de atuação, pois é completamente diferente da personalidade estabanada e impulsiva da atriz. Diesel relembrou que todas as cenas de ação foram coreografadas por semanas e que boa parte delas é feita de verdade, sem auxílio de CGI. Também disse que a sequência mais divertida é a que ele pilota uma moto-jetski em uma perseguição no meio do mar.

Após isso, concluíram que amam o Brasil e Diesel já mandou seu clássico “This is Brazil!!!” Para a galera ir à loucura e felicitar a saída dos atores. Um bom painel, mas que infelizmente deveu um conteúdo mais relevante na qualidade. Porém, é inegável que foi uma experiência bastante divertida!

Comente!