Após parte do elenco da Marvel defender os filmes do estúdio, agora foi a vez do CEO da Disney, Bob Iger, entrar na discussão e rebater as críticas feitas por Francis Ford Coppola e Martin Scorsese. Informação é do Deadline.

Em uma apresentação feita no Wall Street Journal Tech Live, Bob Iger disse que os diretores tem o direito de reclamar.

“Se eles [Coppola e Scorsese] querem reclamar sobre nossos filmes, eles têm todo o direito.”

Bob Iger também argumentou sobre a fala de Scorsese e Coppola, de que os filmes da Marvel não são cinema e de que os longas do estúdio são “desprezíveis.”

“Francis Ford Coppola e Martin Scorsese são duas pessoas pelas quais eu tenho o maior respeito. Mas, quando Francis utiliza as palavras ‘esses filmes são desprezíveis’… Eu reservo a palavra ‘desprezível’ para alguém que cometa assassinatos em massa. Esses são só filmes”.

O executivo da Disney ainda falou dos números que as produções da Marvel tiveram nos últimos 10 anos, com um faturamento superior a US$ 18 bilhões. Mas defendeu sua tese não apenas com números, mas citando também as pessoas que trabalharam nos filmes.

“Eu acho falta de respeito com todas as pessoas que trabalharam nesses filmes… Você vai me dizer que Ryan Coogler, que fez Pantera Negra, realizou algo que é, de alguma forma, inferior ao que Marty Scorsese ou Francis Ford Coppola já fizeram em qualquer uma de suas produções?”