Após a exibição de “Através da Sombra”, houve um debate com a equipe do filme. Estava presente o diretor Walter Lima Jr., a produtora Maria Dulce Saldanha, as atrizes Ana Lúcia Torre, Virginia Cavendish e o ator Xande Valois. O debate durou mais ou menos durante uma hora e meia e quem mais falou foi o veterano diretor. Disse das dificuldades ao adaptar um texto que se passa na Inglaterra vitoriana para o Brasil, durante a crise do café. Que amava o texto original de Henry James, que era um texto sobre ambiguidade e atmosfera, tanto que negou dizendo que o filme não era de terror, mas sim um filme de atmosfera.

Um ponto muito importante que Walter deixou bem claro foi que mesmo que dizem que agora ele está fazendo filmes mais clássicos e menos experimentais, ele faz os filmes que ele quer fazer e que sempre foi um diretor mais clássico. Aos 77 anos, Walter Lima Jr. Mostra ser uma pessoa muito inteligente e com uma ótima retórica.

Quanto aos atores, falaram muito das ambiguidades vistas em seus personagens. O jovem Xande Valois mostrou ser muito articulado e inteligente para sua pouca idade, enquanto a veterana Ana Lúcia Torre foi a que melhore defendeu a sua personagem enquanto deixou claro que fez o longa só por saber que era dirigido por Walter Lima Jr. Com quem já havia trabalhado antes.

A produtora Maria Dulce Saldanha falou um pouco sobre as dificuldades da produção, que no começo seria em Pernambuco e foi mudado por questão de orçamento para o interior do Rio de Janeiro. Que a casa era daquele jeito mesmo, que poucas coisas foram mudadas pela equipe de Clóvis Bueno. Aliás, foi lembrada a participação de Clóvis em uma cena do longa o qual Walter disse: “Ele tinha um ator dentro dele que ninguém conheceu”. Além do diretor de arte, o diretor de fotografia, Pedro Farkas, também faz uma ponta na mesma cena. Clóvis Bueno morreu um ano depois do final das filmagens e a equipe se lembrou dele.

Outra perda que foi sentida durante a coletiva foi a do ator Domingos Montagner, afogado durante as gravações da novela “Velho Chico”. A palavra que Walter e o resto do elenco utilizaram para lembrar o ator foi: “generoso”. O diretor contou que Domingos quis participar do filme sem ler roteiro, na primeira conversa ele topou participar do projeto.

A conversa foi boa, graças a boa retória de Walter Lima Jr. E o elenco do filme.