*Este filme foi visto na 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Em 2013, o cineasta dinamarquês Thomas Vinterberg lançou o excepcional A Caça, estrelado por Mads Mikkelsen e no qual ele interpretava um professor de uma creche em uma pequena vila que era injustamente acusado de abusar de uma das suas alunas, a filha mais nova do seu melhor amigo. O longa contava como todo o linchamento que o personagem sofria, por ser considerado culpado antes mesmo de ocorrer uma investigação. Ao ler a sinopse de Aos Teus Olhos, novo filme de Carolina Jabor (Boa Sorte) vemos a mesma premissa, mas o escopo tomado pela diretora se mostra muito maior, fazendo um dos filmes mais relevantes da atualidade.

O longa mostra um dia na vida de Rubens (Daniel de Oliveira), um professor de natação que trabalha em um clube e é acusado por um de seus alunos – Alex (Luís Felipe Melo) de 9 anos – que teria lhe dado um beijo na boca em uma sala escondida. Em uma questão de horas, a vida do professor vira da cabeça pra baixo. Por essa acusação ter vindo por meio de um post do Facebook que vai sendo compartilhado cada vez mais, ele é considerado culpado antes mesmo de ser julgado.

Baseado na peça catalã O Princípio de Arquimedes, o roteiro de Lucas Paraizo se mostra muito consistente. É um roteiro que desenvolve muito bem os personagens principais e se foca em levantar questionamentos sociais ao invés de oferecer respostas. Não que a pedofilia não seja um tema pesado que não mereça ser discutido, mas o que o roteiro quer focar é no fato do personagem está sendo considerado culpado por meio de redes sociais antes que façam uma investigação oficial, além de levantar questionamentos sérios como se hoje os pais não estão excessivamente zelosos com os filhos e se vivemos em um momento mais conservador em termos de algumas provas de carinho.

Essa duvida assombra alguns dos personagens, como a da diretora do clube (Malu Galli), que no principio acredita na inocência de Rubens, mas por conta da velocidade e da pressão recebida pelos pais dos alunos vai se mostrando cada vez mais atormentada pela duvida. E o que deixa o roteiro mais complexo é o fato que o único personagem que realmente tem duvida sobre a acusação é o pai de Alex Davi (Marco Ricca), que se mostra um sujeito machista e conservador. Além disso, essa duvida fica no próprio espectador, porque o professor se mostra meio pervertido e irresponsável quando se fala de sexualidade. No entanto, percebemos que ele realmente ama ensinar e tem imenso carinho com os alunos, apesar do seu jeito extrovertido. É um roteiro complexo, contemporâneo e corajoso.

O elenco se mostra excelente, com destaque a Daniel de Oliveira. Rubens se mostra culpado e inocente durante o filme inteiro, o olhar do ator se mostra expressivo e as suas reações quando perguntado se aconteceu variam entre o indignado e o suspeito, mas nunca nos dando uma resposta. Mais um grande trabalho de um dos melhores atores em atividade do Brasil. Os já mencionados Marco Ricca e Mallu Galli não ficam atrás, o primeiro por fazer um dos seus trabalhos mais expressivos de um homem que é esmagado por suas decisões e duvidas pessoais e a segunda por fazer uma composição rica que vai mudando o seu olhar ao passar do tempo por conta da dimensão que o caso vai ganhando.

Infelizmente, nem tudo são flores em Aos Teus Olhos. Se a diretora Carolina Jabor se mostra muito bem em razão a narrativa e a direção de atores, ela comete equívocos na construção da gramática visual do longa. Junto com o diretor de fotografia Azul Serra, Jabor utiliza uma bela paletas de cores que usam o azul para simbolizar a inocência, mas exagera ao fazer closes com os personagens quase sempre na lateral do quadro ou nos planos mais abertos, além das escolhas das lentes anamórficas que parecem diminuir o tamanho dos atores. Por mais que sejam escolhas que se justificam narrativamente, elas são utilizadas exageradamente.

Mesmo assim, Aos Teus Olhos é um filme poderoso e relevante, que merece ser visto por um grande público para discutir o mundo contemporâneo. Imperdível.

Aos Teus Olhos (Idem, Brasil – 2017)
Direção:
Carolina Jabor

Roteiro: Lucas Paraizo baseado na peça de Josep Maria Miró
Elenco: Daniel de Oliveira, Mallu Galli, Marco Ricca, Luisa Arraes, Stella Rabella e Gustavo Falcão
Gênero: Drama
Duração: 90 minutos

 

Comente!