em ,

Crítica | Legion – 01×03: Chapter 3

legion 01x03

Depois de dois episódios absolutamente mind bending e centrados unicamente na exploração de um mundo psiquíco do ponto de vista de um telepata, eis que o terceiro episódio de Legion enfim oferece uma narrativa um pouco mais concreta, ainda que Noah Hawley continue seu festival onírico e surrealista de forma admirável. 

Novamente dirigido pelo eficiente Michael Uppendahl, Chapter 3 segue os experimentos da misteriosa organização de Melanie Bird (Jean Smart) com David Haller (Dan Stevens) e a exploração de suas memórias e a natureza de seu poder, juntamente com o mutante Ptonomy (Jeremie Harris) e a enigmática Syd Barrett (Rachel Keller). Ah, também ficou claro que o médico bizarro vivido por Bill Irwin no episódio anterior também está junto à organização, ao passo em que a irmã de David, Amy (Katie Aselton) segue prisioneira d’O Olho, que desesperadamente busca notícias do fugitivo David.

Do ponto de vista narrativo, Legion praticamente não seguiu em frente desde a conclusão de seu primeiro episódio. Ainda temos as fantásticas sequências onde os personagens caminham pelas memórias de David, dessa vez com uma comparação ainda mais forte à Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças ao trazer Syd conversando e interagindo com uma versão criança do protagonista, ganhando toques realmente amendrotadores quando a mente de David parece trazer à tona algo sinistro: temos mais um vislumbre do pavoroso Demônio de Olhos Amarelos, que não foi notado por Melanie e os outros mutantes, apenas pelo protagonista.

Tais sequências continuam impressionando pelo maravilhoso cuidado estético, seja nos enquadramentos criativos de Uppendahl, o trabalho primoroso com a direção de arte e a paleta de cores e até mesmo brincadeiras com a razão de aspecto, que frequentemente abandona o letterbox da TV para abraçar o cinematográfico 2:35.1, enfatizando melhor a perseguição de Syd dentro de diferentes memórias de David. Também estamos nos aproximando do evento que aparentemente causou a internação de David na clínica de Clockworks: aquele onde David e Lenny (Aubrey Plaza, sempre contagiante) estão se drogando antes da chegada de sua namorada, e temos interrupções de David e sua mente que nos impossibilitam de saber o que de fato aconteceu ali – além da money shot do protagonista explodindo os armários da cozinha.

Por fim, o terceiro episódio enfim aponta um rumo para o arco de David: encontrar sua irmã, um desejo que até lhe provoca uma nova extensão de seu poder ao teleportar sua forma espiritual para outro local. Também temos um pouco de background sobre a relação entre Madeline e Olho, e até uma ótima cena em que Jean Smart deixa suas intenções um pouco mais transparentes.

Porém, finalmente Legion tem um rumo mais estabelecido, e isso torna a jornada mais empolgante.

Legion – 01×02: Chapter 3 (Idem, 2017, EUA e Canadá)

Criado por: Noah Hawley
Direção: Michael Uppendahl
Roteiro: Noah Hawley

Elenco: Dan Stevens, Aubrey Plaza, Rachel Keller, Jean Smart, Bill Irwin, Jeremie Harris, Amber Midthunder, Bill Irwin, Katie Aselton
Gênero: Drama, Ação
Duração: 40 min.

O que você achou desta publicação?

Publicado por Lucas Nascimento

Estudante de audiovisual e apaixonado por cinema, usa este como grande professor e sonha em tornar seus sonhos realidade ou pelo menos se divertir na longa estrada da vida. De blockbusters a filmes de arte, aprecia o estilo e o trabalho de cineastas, atores e roteiristas, dos quais Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock servem como maiores inspirações. Testemunhem, e nos encontramos em Valhalla.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Crítica | A Jovem Rainha

Pré-encomenda dos processadores do desktop AMD Ryzen 7 já está disponível