em ,

Crítica | Preacher – 02×07: Pig

Finalmente Herr Starr (Pip Torrens) entrou no jogo!

Com a derrota do Santo dos Assassinos (Graham McTavish) pela elaborada armadilha de Jesse Custer (Dominic Cooper) no episódio anterior, Preacher enfim prepara-se para nos mostrar mais de  um perigoso novo antagonista (tendo apresentado-o em Damsels), que praticamente dominou o tempo de tela de Pig, episódio que nos deixa para além da metade da série. Porém, se ganha créditos por todo o arco fabuloso do vilão, acaba vítima de mais uma semana de filler e enrolação por parte dos núcleos restantes.

Após visitarem o último clube de jazz de Nova Orleans, Jesse, Cassidy (Joseph Gilgun) e Tulipa (Ruth Negga) resolvem dar uma pausa na busca por Deus, procurando algum tipo de… diversão. Sim, nem o roteiro de Olivia Dufault sabe bem como justificar mais esse desvio narrativo na jornada do trio, colocando-os para visitar um bar onde as pessoas atiram umas nas outras com coletes à prova de bala. Usando a imortalidade de Cassidy como trunfo, o grupo se diverte assustando os brutamontes armados e barbudos do bar, enquanto enchem a cara e jogam conversa fora. A cena diverte, claro, graças ao carisma do elenco e a boa direção de Wayne Yip, mas não deixa de sentir como um gigantesco atraso narrativo – fica evidente que os showrunners têm mais tempo do que histórias disponíveis.

Nesse núcleo, porém, temos alguns momentos capazes de surpreender. O primeiro deles é quando Denis (Ronald Guttman) revela a seu pai, Cassidy, que está morrendo, e implora para que ele o transforme em vampiro para que possa viver eternamente. Nosso irlandês preferido recusa o pedido, provocando uma ira ainda maior em seu envelhecido filho, e temos um conflito que pode render bons frutos caso seja bem desenvolvido em episódios futuros. A trajetória do vampiro ainda rendeu um momento divertido quando o sujeito acaba indo parar em um necrotério, após um segurança encontrá-lo desacordado na rua (fruto de mais uma noite de bebedeiras) e assumir sua morte. “Ah, não de novo”, diz o ótimo Gilgun.

O outro momento fica com Tulipa, que parece estar sofrendo consequências de seu confronto com o Santo dos Assassinos, já que a personagem agora está tendo constantes pesadelos com o cowboy infernal. Essa situação rende uma primorosa sequência que parece saída de O Bebê de Rosemary, onde toda a música dá espaço ao desenho sonoro preciso que brinca com barulhos em todo o canto, e a câmera paciente de Yip que segue Tulipa diversas vezes enquanto ela repete seus movimentos, resultando em algo incômodo e perturbador – especialmente com o aparecimento do Santo.

Mas, claro, o grande destaque desta semana Preacher foi tudo envolvendo Herr Starr. Vemos o misterioso homem de branco visitando uma fazenda no Vietnã, onde uma família testemunhou seu porco levitando. Enquanto ele trabalha para resolver a situação, vemos uma série de flashbacks revelando seu recrutamente e treinamento no Graal, organização secreta criada para proteger a linhagem de Jesus Cristo na Terra. Sim, se você acha que Dan Brown é polêmico, imagino sua reação ao ver que Jesus tem um filho escondido na Terra, e que esta organização é responsável por mantê-lo escondido e exterminar qualquer fator que possa “disputar o trono sagrado” quando o Apocalipse chegar – o superior de Starr até comenta que Abraham Lincoln foi uma dessas vítimas.

A sequência do processo seletivo foi simplesmente sensacional. Imaginem algo no viés de Nascido para Matar, mas se o sargento durão de R. Lee Ermey fosse um dos recrutas… Pip Torrens arrebenta ao trazer um sotaque alemão que equilibra-se perfeitamente entre o caricato e o ameaçador, fazendo de Starr um sujeito completamente insano e sádico – nem vou comentar seu método para distrair um oponente durante uma luta greco-romana.

Pig realmente vale pelo arco de Starr. Ainda que não tenham sido ruins, os núcleos dos protagonistas sofreram uma crise profunda de filler nessa semana, profundamente ofuscados pela chegada do novo vilão, que literalmente encerra o episódio preparando-se para ir atrás de Jesse Custer. Vamos torcer para as coisas pegarem fogo.

Preacher – 02×07: Pig (EUA, 2017)

Criado por: Sam Catlin, Seth Rogen e Evan Goldberg, baseado na obra de Garth Ennis e Steve Dillon
Direção: Wayne Yip
Roteiro: Olivia Dufault
Elenco: Dominic Cooper, Ruth Negga, Joseph Gilgun, Ronald Guttman, Pip Torrens, Amy Hill, Graham McTavish
Emissora: AMC
Gênero: Aventura, Ação
Duração: 45 min

Confira AQUI nosso guia de episódios da temporada

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Lucas Nascimento

Estudante de audiovisual e apaixonado por cinema, usa este como grande professor e sonha em tornar seus sonhos realidade ou pelo menos se divertir na longa estrada da vida. De blockbusters a filmes de arte, aprecia o estilo e o trabalho de cineastas, atores e roteiristas, dos quais Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock servem como maiores inspirações. Testemunhem, e nos encontramos em Valhalla.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Planeta dos Macacos: A Guerra | “As franquias de hoje não oferecem nada de novo”, diz Andy Serkis em coletiva em São Paulo