em

Daniela Mercury é acusada de apropriação cultural

Daniela Mercury lançou recentemente a música Pantera Negra Deusa (Ver vídeo abaixo), em que exalta a nação fictícia Wakanda que aparece nas histórias em quadrinhos e no filme Pantera Negra da Marvel.

Pois a cantora está sendo criticada por apropriação cultural. Fato ocorreu durante o Festival Sangue Novo que ocorreu no último sábado (26), em Salvador na Bahia. Daniela Mercury foi criticada pela cantora Larissa Luz, que estava acompanhada no palco por Luedji Luna e Xênia França.

“Está na hora de parar de usar de um discurso que não é seu para lucrar. Está na hora de parar de usar de um lugar de fala que não é seu para ganhar. Porque preto de alma não existe! O Brasil é um país que mata, é um país que humilha, um país que condena a cor da pele e não a cor da alma! Quem é preto é preto. Quem não é, não é! A música preta é nossa! E Wakanda também, Wakanda também é nossa!”, finalizou Larissa Luz.

Confira o vídeo publicado por um usuário do Twitter com o momento da fala da cantora:

Veja o videoclipe oficial da música de Daniela Mercury:

O que você achou desta publicação?

Publicado por Gabriel Danius

Jornalista e cinéfilo de carteirinha amo nas horas vagas ler, jogar e assistir a jogos de futebol. Amo filmes que acrescentem algo de relevante e tragam uma mensagem interessante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Hot Wheels vai ganhar filme em live-action