em , , ,

David Fincher fala que Coringa “trai pessoas com distúrbios mentais”

Coringa foi indicado a 11 estatuetas no Oscar em 2020, e ficou cercado de várias polêmicas, não apenas antes de chegar aos cinemas, mas também depois. Mais de um ano após sua estreia nas telonas, o longa voltou a ser criticado devido aos distúrbios psicológicos representados pelo personagem interpretado por Joaquin Phoenix. O diretor David Fincher (Mank), afirmou que o filme de Todd Phillips “trai” o jeito com que pessoas com transtornos psiquiátricos são apresentados.

“Ninguém acharia que Coringa tinha alguma chance de fazer sucesso se O Cavaleiro das Trevas não tivesse sido tão grande”, falou o diretor ao The Telegraph.“Acho que ninguém olhou para aquele material e pensou ‘é, vamos juntar Travis Bickle e Rupert Pupkin, juntar os dois e colocar nessa armadilha que trai pessoas com distúrbios mentais e exibir por um bilhão de dólares’”.

De acordo com ele, a certeza pela Warner de que o filme seria um grande sucesso é muito diferente da reação da Fox de quando ele apresentou a ideia de Clube da Luta (1999) pela primeira vez. “A nossa impressão [depois de apresentar o filme] entre os executivos era de que nossas carreiras haviam acabado”.

Coringa entrou para a história do cinema como o filme inspirado em uma HQ a ter o maior número de indicações ao Oscar, isso além de ter arrecadado mais de US$ 1 bilhão mundialmente de bilheteria nos cinemas.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Gabriel Danius

Jornalista e cinéfilo de carteirinha amo nas horas vagas ler, jogar e assistir a jogos de futebol. Amo filmes que acrescentem algo de relevante e tragam uma mensagem interessante.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Peixes zeram Pokémons Sapphire depois de mais de 3 mil horas; entenda

Liga da Justiça de Snyder Cut recebe novo trailer com cenas inéditas