Recentemente em uma entrevista ao The Guardian, depois de bem mais de uma década depois do lançamento do filme, o diretor da adaptação live-action de Street Fighter, Steven de Souza, afirmou que a produção do filme foi tão caótica quanto ao filme em si.

Ele relatou que além de atores sendo pegos no set jogando facas de verdade em figurantes, o astro do filme, Jean-Claude Van Damme, na época, estava lutando contra vício em cocaína muito sério, cheirando um valor estimado de US $ 10.000 de cocaína por semana, e supostamente fez as filmagens do longa serem um completo pesadelo.

“Eu não podia falar sobre isso na época, mas agora posso. Jean-Claude foi ridicularizado. O estúdio havia contratado alguém para cuidar dele, mas infelizmente isso acabou sendo uma má influência. Jean-Claude estava parecendo tão doente que eu tive que ficar olhando pelo roteiro para encontrar alguma outra coisa para filmar, mas acabou que eu apenas fiquei sentado por horas esperando por ele. Em duas ocasiões, os produtores permitiram que ele fosse para Hong Kong, e ambas as ocasiões ele voltou tarde – às segundas-feiras ele simplesmente não estava lá”

Falou o diretor ao portal.

E no fim das contas, o longa acabou se tornando uma completa piada e um dos filmes mais criticados de todos os tempos.