em ,

Elenco de X-Men 2 ameaçou sair da produção por causa do diretor Bryan Singer

Bryan Singer já é alvo de diversas polêmicas recentes envolvendo sua conduta no set e também por casos de assédio sexual, mas parece que desde os anos 2000, o cineasta manteve uma postura pouco amigável com sua equipe.

Em um relatório publicado pelo The Hollywood Report, foi reportado que o elenco da franquia chegou a cogitar não retornar para X-Men 2 (2003)  por causa do diretor.

Segundo o jornal, Singer e o produtor Tom DeSanto teriam brigado durante a produção pois o diretor gravou uma cena de ação sem a presença da coordenação de dublês. Isso resultou em ferimentos graves em Hugh Jackman.

Revoltado, o produtor entrou em conflito com Singer que segundo ele, trabalhava sob efeitos de drogas. Isso gerou uma cisão na Fox que resolveu apoiar o cineasta e remover DeSanta da produção. Isso gerou uma revolta com todo o elenco.

Todos os presentes no set foram até o trailer do diretor e ameaçaram sair da produção caso o produtor não retornasse. O “protesto” surtiu efeito e Tom DeSanto se manteve na produção.

Segundo uma fonte ouvida pelo THR, o cineasta já tinha apresentado comportamentos do tipo durante o primeiro filme, mas mesmo com denúncias, o estúdio não deu a devida atenção. A Fox acabou com problemas por conta de Singer em outras produções como X-Men Apocalipse Bohemian Rhapsody.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Matheus Fragata

Editor-geral do Bastidores, formado em Cinema seguindo o sonho de me tornar Diretor de Fotografia. Sou apaixonado por filmes desde que nasci, além de ser fã inveterado do cinema silencioso e do grande mestre Hitchcock. Acredito no cinema contemporâneo, tenho fé em remakes e reboots, aposto em David Fincher e me divirto com as bobagens hollywoodianas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Ministério da Economia propõe acabar com a meia-entrada

TikTok pode ser banido dos Estados Unidos em breve