em ,

Estudo indica que Netflix perderia 57% de seus assinantes caso colocasse anúncios publicitários

Um novo estudo do Reino Unido mostra que a Netflix, uma das maiores plataformas de streaming do mundo, poderia perder grande parte de seus usuários caso decidisse adicionar intervalos comerciais às suas produções originais.

O próprio serviço revelou que seu contingente de espectadores mundial expandiu para quase 140 milhões de pessoas, muito mais do que a companhia previra alguns anos antes. À mesma época, a Netflix anunciou que aumentaria o preço de sua mensalidade em todos os planos, que foi recebido com certo desgosto pela maioria dos usuários. Entretanto, até mesmo esse aumento parece não surtir muito efeito quanto aos lucros da plataforma.

Nos últimos anos, houve rumores de que anúncios comerciais seriam adicionados ao serviço. Testes foram feitos com a introdução dessas propagandas antes e depois das séries e filmes. Não é surpresa dizer que os CEOs descartaram a possibilidade, ainda mais levando em conta que o estudo supracitado indicou que 57% dos usuários cancelariam suas contas caso esses anúncios integrassem a plataforma.

Ainda que o estudo tenha se restringido ao Reino Unido, não é difícil imaginar que os resultados seriam bastante similares em outros mercados ocidentais, principalmente nos Estados Unidos e no Canadá.

O que você achou desta publicação?

Publicado por Thiago Nolla

Thiago Nolla faz um pouco de tudo: é ator, escritor, dançarino e faz audiovisual por ter uma paixão indescritível pela arte. É um inveterado fã de contos de fadas e histórias de suspense e tem como maiores inspirações a estética expressionista de Fritz Lang e a narrativa dinâmica de Aaron Sorkin. Um de seus maiores sonhos é interpretar o Gênio da Lâmpada de Aladdin no musical da Broadway.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bryan Singer é novamente acusado de abuso sexual e reage: “É perseguição homofóbica”

Game of Thrones | Duração dos episódios pode ter sido revelada