Por dois anos Evan Rachel Wood, mais conhecida pelo seu papel como Dolores em Westworld, tem lutado para conseguir o financiamento de um projeto seu como diretora, conforme descreveu em uma série de declarações em sua conta do Twitter (confira a discussão, na íntegra, aqui).

De acordo com a atriz, o longa que ela está tentando vender foi escrito por duas mulheres e é estrelado por quatro “incríveis atrizes”. Ainda segundo ela, o sexismo de Hollywood é a principal razão pela qual ninguém está disposto a dar a ela o que o orçamento do filme pede.

“Eu tenho tentado vender um filme, estrelado por [quatro] incríveis atrizes, escrito por [duas] mulheres, para ser dirigido por mim, por DOIS ANOS, para nada além de salas e mais salas de HOMENS brancos e ‘estranhamente’, ninguém deu a ele dinheiro” twettou a atriz.

Em outro tweet, parte da mesma discussão, Wood comentou sobre uma das audiências para vender o filme, durante a qual disseram a ela:

“Bem, você é uma mãe de trinta anos, o que te tira de casa para ver um filme?”

Em relação a isso, a atriz tweetou ironicamente “todas as mulheres só ficam em casa alimentando seus bebês e não têm vida.”

Além disso, ela revelou que o orçamento da obra é alto demais para que ela consiga financiar por conta própria, o que basicamente deixa seu projeto no limbo até que alguém decida abandonar, mesmo que brevemente, sua postura sexista.

Evan Rachel Wood retornará para a terceira temporada de Westworld, que deve estrear em 2019 ou 2020.