Incógnita no Universo DC dos cinemas, o filme independente do Exterminador está a bastante tempo sem novidades, e em detrimento disso o mesmo parece ter perdido uma das partes envolvidas na produção do projeto.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Falando com o Comicbook, o diretor Gareth Evans (The Raid: Redemption) revelou que não está mais ligado ao filme.

“Eu recebi um telefonema há muito tempo sobre isso, onde falei com Joe [Manganiello], e realmente nada mais desde então. Eu vi um monte de reportagens sobre isso! Eu vi muitos artigos. Mas para ser sincero, acho que as fontes dos artigos sabem muito mais sobre isso do que eu.”

O diretor também comentou o seu interesse acerca do personagem e seu entusiasmo com o projeto.

“Eu estava me sentindo bem, pesquisei e li alguns desses gibis. Comecei a me aprofundar nas histórias de origem. Eu gosto de descobrir qual é a origem de um personagem e o que os molda, o que os define em personalidade. Houve algumas alterações, na verdade, de sua origem, o que é interessante de ver. Havia a maneira original como seu personagem foi criado e depois houve algumas licenças criativas tiradas em termos de como ele perdeu seu olho, por exemplo, e coisas assim, então foi um tipo interessante de experiência.”

Joe Manganiello apareceu pela primeira – e única – vez como Exterminador na cena pós-créditos de Liga da Justiça, indicando seu retorno em uma provável sequência. Anteriormente, o personagem estava escalado para ser o principal vilão de The Batman, mas com a chegada de Matt Reeves e com a reescritura do roteiro, os caminhos para Slade Wilson tornaram-se incertos no DCEU.

Comente!