Yorgos Lanthimos criou um filme de época que surpreendeu a todos pela qualidade apresentada. Primeiro pela bela fotografia e ótima direção de Yorgos, segundo pelas atuações fantásticas de Emma StoneOlivia Colman, Rachel Weisz que seguram o filme com facilidade. Assim como todas produções que falam sobre períodos históricos acontece das pessoas se perguntarem se aquilo que foi mostrado é realmente verdade. Aqui iremos falar dos principais pontos apresentados no longa. 

Rainha Anne Doente e suas 17 gravidezes

Sim, isso é algo que realmente aconteceu. A Rainha Anne lutou contra a gota, doença que gerava uma grande dor nela, e a fez engordar por causa de seu sedentarismo como estilo de vida. Ela foi levada pelo corredor do palácio ou com uma cadeira ou com cadeira de rodas, algo mostrado no filme. Tal problema era algo bastante desgastante para a Rainha, já que ela tinha muitos assuntos relevantes a discutir. Mas não apenas de gota Anne sofria, tinha também um problema nos olhos que faziam lacrimejar excessivamente.

Quando a gravidez da Rainha isso é algo que também aconteceu. Anne ficou grávida por 17 vezes, sendo que em 12 delas acabou tendo ou em aborto ou tendo filhos natimortos. Dos cinco filhos que conseguiu dar a luz com vida, quatro acabaram morrendo antes do segundo ano de vida. O único filho que sobrou, o Príncipe William, conhecido como Duque de Gloucester, acabou morrendo aos 11 anos de idade, no ano de 1700.


Lady Sarah e a influência sob a Rainha Anne

Sarah Churchill e Anne se conheceram ainda quando crianças, Sarah tinha 13 anos e Anne 8. O primeiro encontro entre as duas ocorreu na corte de Carlos II, tio de Anne. O pai de Sarah e o pai de Anne, James II, eram amigos. Sarah se tornou amiga íntima de Anne por volta de 1675 e a amizade das duas se estreitou ainda mais quando Anne se tornou Rainha, em 1702, e assim Sarah se tornou o braço direito de Anne.

Dessa forma é fácil imaginar que com a amizade entre as duas que Sarah tivesse uma influência sob Anne, algo mostrado no filme e que realmente aconteceu. Sarah Churchill cuidava das finanças e do círculo social de Anne, além de ser conhecida por todos pela honestidade que tinha com a Rainha. Sarah era procurada por todos para conceder conselhos. Anne era considerada uma mulher tímida e tinha dificuldades com conversas improvisadas, algo que não acontecia com Sarah, que era considerada mais inteligente que a Rainha.

No filme A Favorita é mostrado dois acontecimentos que abrangeram o reinado de Anne, a criação de um sistema parlamentar bipartidário, o envolvimento da Inglaterra na Guerra da Sucessão Espanhola e um último fato que não foi notificado no longa, mas teve destaque no reinado de Anne, que foi em relação a unificação da Inglaterra com a Escócia e assim se tornando um reinado com o nome de Grã Bretanha.

O início da treta entre Sarah e Anne

Anne defendia com unhas e dentes os conservadores, que eram apoiadores da Igreja Anglicana. Sarah se tornou defensora do grupo rival, os liberais Whigs, isso por causa do seu apoio da Inglaterra na Guerra da Sucessão Espanhola, algo mostrado no filme. O marido de Lady Sarah era um capitão do exército e havia participado de várias vitórias no campo de batalha.

Eis que Lady Sarah, até então a favorita da Rainha, não foi em alguns momentos ao tribunal, algo que enfureceu Anne. Esse ato aliado ao com o aparecimento e adoração de Anne por Abigail Hill, a criada trazida por Sarah que começou a ganhar espaço no palácio. Anne começou a gostar mais da abordagem de Abigail, mais serena em relação ao comportamento mais explosivo de Sarah.


Relacionamento sexual entre 
Anne Sarah e Anne e Abigail

Esse é um fato de difícil comprovação. Havia rumores de que Lady Sarah e a Rainha Anne se relacionavam sexualmente, e que havia algo também entre Anne e Abigail. O longa utiliza desse amor entre as três para desenvolver a briga entre Sarah e Abigail, mas o filme não cita o marito da Rainha Anne, o príncipe George da Dinamarca, foi com ele que Anne engravidou por 17 vezes. Há relatos de biógrafos que dizem ser a Rainha uma mulher de grande moral e que era bastante dedicada a George.

Sarah era casada com John Churchill, com quem teve sete filhos. Lady Sarah teria feito circular pelo reinado um poema bastante picante que teria sido escrito por Arthur Mainwaring. Tal poema seria uma comprovação de que havia um relacionamento lésbico entre a Rainha e Abigail Hill. Alguns historiadores relatam que Sarah teria feito isso por ter ciúmes de Anne, já que Abigail estava começando a se tornar a nova favorita da Rainha.

Tal poema serviria para acusar a Rainha e assim fazer com que Anne cortasse relações com Abigail ou, em um segundo momento, perdesse a coroa, o que poderia fazer com que Sarah pudesse vir a se tornar Rainha. Atualmente, muitos acabam por dizer que Anne tinha um relacionamento sexual com Sarah e Abigail.

O Futuro de Abigail e de Lady Sarah

Como mostrado no filme, Lady Sarah realmente deixou a Inglaterra, Mas Sarah retornou para o país no mesmo dia que a Rainha Anne morreu, no dia 1 de agosto de 1714. Os conservadores que haviam ficado forte quando a Guerra da Secessão Espanhola caiu em desgraça com o público britânico, fato que corroborou para a expulsão de Sarah e do marido da Inglaterra, fez com que os conservadores começassem a perder fôlego, então os Whigs de Sarah e o marido se tornaram parte dominante no parlamento inglês. O sucessor de Anne foi George de Hanover, e Sarah, antes de sua morte, se tornou novamente a favorita de uma rainha, agora de Caroline, esposa do rei George II.

Abigail realmente ficou no lugar de Sarah, após essa ser expulsa da Inglaterra. Só que a Rainha Anne acabou ficando mais sorrateira com Abigail, justamente por já ter caido em armadilhas com a própria Sarah e também por não querer ser dominada ou influenciada. Anne também não estava muito afim de fazer com que Abigail subisse de status social, justamente por medo que Abigail fosse embora e a deixasse sozinha. Logo após a morte da Rainha Anne, Abigail Masham e seu marido acabaram sendo expulsos da casa que tinham no palácio. Samuel comprou uma casa próxima a Windsor, enquanto Abigail se retirou para mais longe. Abigail morreu no ano de 1734.


Sarah Churchill e o parentesco com Winston Churchill

O nome já e isso é verdade. Lady Sarah tinha um parentesco com Winston Churchill. Isso se deve a linhagem de Sarah ter se ficado por tanto tempo na política da Inglaterra. Algo que poucos sabem é que Sarah também tem parentesco com Lady Diana Spencer, a Princesa Diana, mas isso pela filha de Sarah, Anne Churchill que teve um filho chamado John, o pai de Diana. Anne recebeu o nome Spencer de casada, por isso seu filho se chama John Spencer.