em ,

Filmes sobre caso Richthofen mostram versões contraditórias do crime

Um dos casos criminais mais famosos do Brasil, o assassinato do casal Richthofen em 2002 pelas mãos da própria filha, já é matéria de cinema.

Duas versões do caso serão apresentadas em A Menina que Matou os Pais e o Menino que Matou Meus Pais.

Um novo trailer que mistura cenas dos dois filmes foi disponibilizado:

 

O trailer tem uma versão exclusiva da música Love Will Tear us Apart, do grupo britânico Joy Division, com performance de Manu Pinto.

A ideia de fazer dois filmes com versões diferentes da história surgiu durante a leitura do processo, que apontou pontos divergentes nos relatos apresentados pelo casal de ex-namorados. Os dois roteiros são assinados por Ilana Casoy (autora de Casos de Família: Arquivos Richthofen) e Raphael Montes. A direção leva a assinatura de Maurício Eça.

Os filmes estreiam no mesmo dia: 2 de abril.

O que você achou desta publicação?

Redação Bastidores

Publicado por Redação Bastidores

Perfil oficial da redação do site.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Disney quer Macaulay Culkin reprisando papel como Kevin McCallister no reboot de Esqueceram de Mim

Brendan Fraser quer fazer o 4º filme de A Múmia