em ,

Glória Perez faz desabafo sobre assassinato da filha

Na última sexta-feira (28), completaram-se 26 anos do assassinato de Daniella Perez por Guilherme de Pádua e a autora Glória Perez usou as redes sociais para se manifestar sobre o episódio.

Pelo instagram, a autora de novelas e mãe da atriz assassinada escreveu um pequeno texto em que fala da impunidade no país e sobre a legislação vigente no período. Também relembra o movimento feito por ela para que introduzisse o homicídio qualificado entre os crimes hediondos. 

“Fica a Impunidade dos assassinos. Fica a primeira emenda popular da História do Brasil, a lei que introduziu o homicídio qualificado entre os crimes hediondos, através da campanha que, passando de mão em mão, reuniu em 3 meses apenas, numa época sem internet e sem apoio de nenhum grande órgão da imprensa o número de assinaturas exigidas pela constituição para fazer passar uma lei proposta pelo povo”, comentou a autora.

Na época, o assassinato de Daniella Perez chocou o país, ela tinha 22 anos quando foi morta, no dia 28 de dezembro de 1992, por seu então par romântico na novela De Corpo e Alma. O ex-ator teve ajuda de sua então esposa, Paula Thomaz. Guilherme de Pádua pegou 19 anos de prisão, enquanto Paula Thomaz recebeu pena de 18 anos de prisão. 

Confira o post feito pela diretora:

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Gabriel Danius

Jornalista e cinéfilo de carteirinha amo nas horas vagas ler, jogar e assistir a jogos de futebol. Amo filmes que acrescentem algo de relevante e tragam uma mensagem interessante.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Lista | Os 5 momentos mais toscos da franquia Transformers

Luz Azul surge no céu de Nova York e americanos ficam com medo de invasão alienígena