em , ,

Heath Ledger deixou de fazer discurso no Oscar 2006 por conta de piada homofóbica

O colega de trabalho do ator Heath Ledger, Jake Gyllenhaal, no filme O Segredo de Brokeback Mountain (2005) revelou que o astro havia batido de frente com a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e não queria realizar a abertura do Oscar 2007 justamente para não fazer uma brincadeira que ia contra os seus princípios.

Em uma entrevista concedida à revista Another Man, Jake Gyllenhaal contou sobre a atitude de Ledger em peitar o discurso do Oscar.

”Eu me lembro que quiserem fazer uma abertura para o Oscar daquele ano com uma brincadeira sobre isso […]. E Heath recusou. Na época, eu era um pouco: ‘ah, ok… Tanto faz’. Eu sempre sou assim: tudo pela diversão. E Heath disse: ‘Isso não é uma piada para mim – eu não vou fazer brincadeiras sobre isso’.”

O longa teve direção de Ang Lee e narrava a história de amor entre dois caubóis interpretados por Jake Gyllenhaal e Heath Ledger. Produção teve oito indicações ao Oscar, e recebeu o prêmio de Melhor Roteiro Adaptado.

Heath Ledger morreu no ano de 2008 depois de ser vítima de uma overdose. Ainda no mesmo ano foi premiado com o Oscar de póstumo de Melhor Ator Coadjuvante por sua interpretação no longa de Batman: O Cavaleiro das Trevas, dirigido por Christopher Nolan.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Gabriel Danius

Jornalista e cinéfilo de carteirinha amo nas horas vagas ler, jogar e assistir a jogos de futebol. Amo filmes que acrescentem algo de relevante e tragam uma mensagem interessante.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Christoph Waltz está “desapontado” por falta de sequência para Alita: Anjo de Combate

Space Force | Série com Steve Carell recebe data de estreia na Netflix