em ,

House of Cards | Filmagens da sexta e última temporada são suspensas por tempo indeterminado

As coisas parecem não estar indo muito bem no set de gravações da última temporada de House of Cards.

Uma das séries mais famosas da Netflix, ganhadora do Emmy e do Golden Globe, está chegando ao fim – e, como se não bastasse, o império dos Underwood também está sofrendo com alegações assustadoras do mundo real. Conforme anunciado ontem, 30, o astro da série Kevin Spacey foi acusado por Anthony Rapp (Star Trek: Discovery) por abuso sexual, quando este tinha apenas 14 anos de idade.

Ainda que não diretamente relacionado, a plataforma de streaming anunciou no mesmo dia o sexto ano da série, o qual seria o seu último – e, logo depois, em conjunto com a Media Rights Capital, declarou que estaria trabalhando em um número considerável de possíveis spin-offs para o show (incluindo um voltado para o personagem de Michael Kelly, Doug Stamper).

Entretanto, as duas empresas decidiram frear a produção da última temporada por tempo indefinido. “A MRC e a Netflix decidiram suspender as gravações da sexta temporada de House of Cards até segunda ordem, para que haja tempo de rever toda a situação e tomar medidas que conversem com nossa equipe e elenco”, dizia a declaração, feita para o site Deadline.

De acordo com as informações, ainda não se sabe quando as gravações retornarão. Sabe-se que o último ano será consistido por mais 13 episódios e que estreará em meados de 2018 – ao menos até o anúncio de interrupção das gravações. É um fato dizer que House of Cards foi uma das pioneiras para a produção de conteúdo original dentro da plataforma, mas a perda de aclame crítico ao longo dos anos, principalmente com a saída do showrunner e criador Beau Willimon, culminaram numa crescente perda de audiência – motivo principal pelo cancelamento da série.

Melissa James GibsonFrank Pugliese, substituindo Willimon, retornam como showrunners do próximo ano.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Thiago Nolla

Thiago Nolla faz um pouco de tudo: é ator, escritor, dançarino e faz audiovisual por ter uma paixão indescritível pela arte. É um inveterado fã de contos de fadas e histórias de suspense e tem como maiores inspirações a estética expressionista de Fritz Lang e a narrativa dinâmica de Aaron Sorkin. Um de seus maiores sonhos é interpretar o Gênio da Lâmpada de Aladdin no musical da Broadway.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Liga da Justiça | Henry Cavill admite que universo DCEU não vem funcionando nos cinemas como deveria

Crítica | Sem Data, Sem Assinatura – As complexidades morais da existência