em , ,

Indiana Jones | Harrison Ford pode ser substituído por uma mulher no futuro

ranking-indiana-jones

Em entrevista para o jornal britânico The Sun, Steven Spielberg foi perguntado sobre o futuro da franquia Indiana Jones e se o protagonista poderia vir a ser interpretado por uma mulher. Spielberg demonstrou não ter nenhuma resistência a essa ideia e chegou a falar de sua mãe e esposa como grandes influências em sua vida.

“Teríamos de mudar o nome de Jones para Joan. E não teria nada de errado com isso.” Afirmou o diretor durante a entrevista.

Spielberg continuou, falando de sua esposa e sua mãe.

“Minha mãe era forte. Ela tinha voz, ela tinha fortes opiniões. Tive bastante sorte de ter sido influenciado por mulheres, muitas das quais eu amei loucamente – minha mãe e minha esposa.”

Com as filmagens do quinto Indiana Jones começando em abril de 2019, o realizador comentou brevemente sobre o filme e o futuro da franquia.

“Esse será o último Indiana Jones com Harrison Ford, estou bastante certo, mas certamente [a franquia] irá continuar após isso.”

Vale lembrar que o personagem de Shia LaBeouf no filme anterior, O Reino da Caveira de Cristal, poderia ter funcionado como alguém que assumiria o manto do protagonista, mas sabemos que isso não deu muito certo. É seguro dizer, porém, que Spielberg irá buscar alguém para continuar a franquia após o quinto filme.

O quinto Indiana Jones ainda não tem título oficial, mas está marcado para estrear no dia 9 de julho de 2020.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Guilherme Coral

Refugiado de uma galáxia muito muito distante, caí neste planeta do setor 2814 por engano. Fui levado, graças à paixão por filmes ao ramo do Cinema e Audiovisual, onde atualmente me aventuro. Mas minha louca obsessão pelo entretenimento desta Terra não se limita à tela grande - literatura, séries, games são todos partes imprescindíveis do itinerário dessa longa viagem.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Crítica | 1945 – As culpas do passado e os temores do futuro

Armada, do autor de Jogador Nº 1, também ganhará adaptação cinematográfica