Na última quinta-feira (13) a youtuber Kéfera Buchmann entrou em uma discussão polêmica com um participante da platéia no programa Encontro com Fátima Bernardes, em que se discutia o feminismo, a atriz fez um discurso que dividiu bastante as pessoas nas redes sociais.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

No calor da discussão Kéfera disse que o rapaz estava praticando mansplaining, “que é o homem explicando o que é feminismo para uma mulher” e ao ser interrompida pelo homem disse que ele estava praticando manterrupting “que é quando você tenta interromper uma mulher explicando o feminismo”.

Agora surgiu na internet, mais especificamente no Twitter, uma foto em que Kéfera aparece realizando BlackFace. No comentário da foto os internautas começaram a questioná-la quanto a prática.

A prática acontece quando uma pessoa branca se pinta de negra. Tal ato tem origem no século XIX e acabou se popularizando. Nos minstrel shows americanos, no início do século XX, acabou se tornando um gênero próprio de teatro em que atores brancos se pintavam com carvão com o intuito de fazer uma representação de personagens afro-americanos, geralmente de forma exagerada. BlackFace é algo considerado como racismo pelo movimento negro justamente por criar um estereótipo dos negros. 

Abaixo o Tweet feito pelo usuário no Twitter

Comente!