Durante toda a campanha política, que aconteceu no mês de outubro desse ano, Ivete Sangalo se manteve em silêncio, sem opinar a respeito de questões como em quem votaria ou qual candidato que acha honesto ou não. Ela já havia falado sobre a questão de artistas opinarem a respeito de política, mas essa opinião não ocorreu durante as eleições. A cantora baiana tomou uma decisão diferente da de algumas personalidades artísticas que tomaram partido, como foi o caso de Anitta e Regina Duarte que falaram sobre quais candidatos iriam votar ou não.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

No último dia 21, em entrevista ao UOL, momentos antes da realização de um pocket show na sede do Google, na cidade de São Paulo a cantora resolveu tocar no assunto e argumentou a respeito da questão.

“Eu acho que todo artista tem que ter o direito de falar, mas não deve ser uma obrigação. Todo artista que se sente à vontade, consciente do que vai dizer, ele pode falar quantas vezes quiser, isso é um direito. Mas esse direito também abrange aqueles que não se sentem à vontade para falar sobre o assunto”

Na época da eleição Ivete Sangalo foi muitas vezes questionada a respeito de em quem iria votar e até mesmo se negou a participar de um desafio feito pelas redes sociais em que outras artistas participaram. 

Comente!