A vida dos pirateiros de plantão no Japão pode se tornar muito complicada em breve. Sendo um dos países que mais sofrem com os danos da pirataria, a Agência de Assuntos Culturais do Japão tem alguns planos reservados para a criação de leis para coibir o download ilegal de mangás. 

Com leis previstas para entrar em vigor em 2019, diversas pessoas que baixarem mangás, livros, artigos e até mesmo fotos sabendo da origem ilegal do compartilhamento poderão ser processadas e presas. 

A multa varia em até 70 mil reais e prisão de até dois anos. 

As leis também miram nos sites que compartilham os mangás. O governo japonês está decidido a punir os criminosos após perder uma medida que foi considerada autoritária ao clamar que diversos desses sites fossem retirados do ar. 

De acordo com dados do governo, a pirataria causou cerca de 3,8 bilhões de dólares em prejuízo só em 2017.

Já pensou se isso ocorre aqui no Brasil?

Comente!