em ,

Kevin Spacey tem processo por abuso sexual encerrado após 3 meses da morte de acusador

A ação judicial em que o ator Kevin Spacey era acusado de agredir sexualmente o massoterapeuta, John Doe, no ano de 2016, teve seu encerramento anunciado nesta segunda-feira (30), depois do espólio do acusador desistir do caso. Com informação do New York Times

Segundo o documento do Tribunal do Distrito Federal da Califórnia, em que Spacey tem uma série de acusações por má conduta sexual, foi removido voluntariamente sem prejuízo contra o ator, ou seja, o caso não poderá mais ser levado ao tribunal. O caso foi concluído menos de uma semana após a morte do escritor Ari Behn, que havia acusado o astro americano de o ter tateado.

“O senhor Spacey não pagou dinheiro ao acusador” contou Jennifer L. Keller, a advogada que representa Kevin Spacey, por e-mail na última terça-feira (31). “O autor da queixa desejava encerrar o caso e estipulamos a destituição para acelerar as coisas. O que você vê na estipulação é tudo o que há para ver. Quaisquer relatos em contrário são falsos”. Na terça-feira a revista The Hollywood Reporter havia dito que um “acordo” havia levado à conclusão do caso.

Em janeiro de 2019 o massagista havia processado Spacey, e o acusado de ter pegado sua mão e a colocado nos órgãos genitais do ator durante uma massagem em sua casa em Malibu, na Califórnia. John Doe morreu em setembro do ano ano passado, aos 62 anos.

O que você achou desta publicação?

Redação Bastidores

Publicado por Redação Bastidores

Perfil oficial da redação do site.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

WandaVision tem estreia adiantada para 2020

Netflix adiciona 4 últimos filmes de Harry Potter e parte dos fãs reclama