em , ,

Lista | 10 Introduções Inesquecíveis de Games

Alguns games, como um bom livro demoram um pouco a realmente a nos fisgar – lentamente eles vão introduzindo seus elementos e sua história, até que, enfim, somos completamente cativados. Já outros trazem inícios explosivos, que fazem o trem do hype correr a toda velocidade, introduções que nos fazem querer mergulhar nesse universo de cabeça e só deixá-lo quando os créditos finais começaram a rodar.

Pensando nisso, decidimos escolher as dez melhores introduções dos games – aquelas realmente lendárias, que para sempre nos marcaram. Obviamente não foi uma lista fácil de fazer – escolher entre as ótimas introduções que marcaram a História dos games não é tarefa simples e, naturalmente, trata-se de algo muito pessoal. Portanto, se não viram uma abertura que amam aqui, deixem nos comentários abaixo.

Vamos lá!

Bioshock

Pessoalmente, eu já devo ter visto os trechos iniciais de Bioshock umas quinhentas vezes, simplesmente porque toda a vez que um amigo decidia começar o jogo eu queria estar lá para ver. Começamos em um avião, que cai no meio do oceano e, perto dos escombros, só há um estranho farol. Nadamos até o prédio e entramos em um elevador, que nos leva a Rapture e somos apresentados a essa utopia que caiu na desgraça como se estivéssemos entrando entrando em um museu, ou um brinquedo elaborado de parques de diversões. É fascinante e inesquecível!

Pokémon: Red & Blue

Quem não se lembra de quando escolheu o primeiro Pokémon? A eterna dúvida entre Charmander, Bulbassaur e Squirtle para sempre nos acompanhará, embora Charmander claramente seja a escolha certa.

God of War 3

O começo dos três primeiros games de God of War são épicos, mas nada bate os primeiros minutos de God of War 3. Nas costas de Gaia, Kratos ressalta seu ódio por Zeus, dizendo que o Olimpo vai queimar. Uma introdução lendária, que culmina na grande batalha com Poseidon!

As definições de épico certamente foram atualizadas.

Fallout 3

O começo de Fallout 3 é simplesmente genial. Depois de uma ótima cutscene, que nos apresenta ao universo, começamos com a mãe de nosso personagem dando a luz e acompanhamos o crescimento do protagonista até ele deixar a Vault 101, com direito a trechos como bebê (que diz da-da quando apertamos um botão), confrontos contra bullies, testes insanos e muito mais. A perfeita introdução para a loucura que é Fallout.

Prey

Prey é um dos jogos mais criativos dos últimos anos e a sua introdução certamente faz parte disso. Iniciamos o dia normal de Morgan Yu, voando até a empresa, de helicóptero, fazendo uns testes… até algo dar errado. Acordamos no dia seguinte, como se fosse em loop e, aos poucos, descobrimos que estivemos presos em uma simulação por sabe-se lá quanto tempo, repetindo o mesmo dia várias vezes. Mas a maior revelação não é essa!

Descobrimos que, nesses dias todos, estávamos na Lua! É um começo genial, que dá início a um dos melhores immersive sims já feitos.

Resident Evil

O primeiro zumbi a gente nunca esquece. O início do primeiríssimo Resident Evil é uma das coisas mais assustadoras já feitas no mundo dos games e aquela viradinha do zumbi é de dar calafrios na espinha até hoje. Tem que ter coragem para jogar esse negócio!

Uncharted 2

A franquia Uncharted conta com as melhores set pieces da indústria, cenas de dar inveja em grandes produções de Hollywood e a abertura de Uncharted 2: Among Thieves representa isso perfeitamente.

Nathan Drake acorda em um trem caindo de precipício e temos de escalar a locomotiva até o topo, tudo enquanto tudo parece conspirar para que Drake caia no abismo (mas ele não cai, claro). O início perfeito para um jogo inesquecível.

Mass Effect 2

Mass Effect 2 conta com um dos começos mais chocantes dos games. O comandante Sheppard, aquele mesmo que salvou a galáxia da invasão dos reapers no primeiro jogo, é atacado por uma nave desconhecida e morre! É um começo de partir o coração, por mais que ele seja reconstruído pouco após, o que não quer dizer que não há consequências para isso. Os seus companheiros se espalham, e é preciso reunir uma equipe novamente para salvar a galáxia.

The Last of Us

Falando em partir o coração, os minutos iniciais de The Last of Us quebram o recorde nesse início. Trata-se de uma das sequências mais importantes do jogo, que serve como base de todo o relacionamento de Joel e Ellie. Não há como não sentir aquele aperto no coração toda vez que vemos a filha de Joel morrer!

Castlevania: Symphony of the Night

“What is a man?”

Com um curto e deliciosamente dramático diálogo, Castlevania: Symphony of the Night já entrou para a História. Continuação de Rondo of Blood, o game do fim de seu antecessor e nos traz a épica batalha entre Richter e o Conde Drácula, já nos jogando no meio da ação. Mas não acaba por aí, pouco após somos brindados com Moonlight Nocturne, uma das melodias mais emblemáticas da franquia, que nos leva até a introdução de Alucard no game que até hoje inspira centenas de outros jogos.

Não há como esquecer o nascimento do metroidvania!

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Guilherme Coral

Refugiado de uma galáxia muito muito distante, caí neste planeta do setor 2814 por engano. Fui levado, graças à paixão por filmes ao ramo do Cinema e Audiovisual, onde atualmente me aventuro. Mas minha louca obsessão pelo entretenimento desta Terra não se limita à tela grande - literatura, séries, games são todos partes imprescindíveis do itinerário dessa longa viagem.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

red dead redemption 2 sono

Red Dead Redemption 2 | Funcionários da GameStop quase dormiram vendo nova demo do jogo

bilheteria marvel

Lista | Os Maiores Fracassos de Bilheteria da Marvel