em ,

Lista | 8 Curiosidades sobre os bastidores da franquia Halloween

Uma das coisas interessantes sobre a franquia, certamente são os bastidores dela. Já ocorreram várias coisas, desde decisões mudadas de última hora até o tempo em que os roteiros foram escritos. São coisas que de fato atraem nossa atenção, e também explicam o porquê da quantidade de continuações medíocres que tiveram na saga.

Mas enfim, confira aqui oito curiosidades sobre os bastidores da franquia que você provavelmente não sabia.

 

JAMIE LEE CURTIS FEZ UMA APARIÇÃO EM HALLOWEEN III: A NOITE DAS BRUXAS

Halloween III: A Noite das Bruxas foi o primeiro filme da série que além de não ter sido escrito por John Carpenter e Debra Hill, ainda deixou para trás a história focada em Michael Myers, Laurie Strode e Samuel Loomis. No entanto, isso não significa que todas as estrelas dos dois filmes anteriores não apareceram no terceiro filme. Em vez disso, a atriz Jamie Lee Curtis fez uma participação praticamente imperceptível no filme. Ela deu voz a uma telefonista que pode ser ouvida brevemente no longa. Claramente, você tem que prestar muita atenção para perceber a voz dela ali.

JOHN CARPENTER NÃO GOSTA DO REMAKE DE HALLOWEEN DIRIGIDO POR ROB ZOMBIE

Se existe alguém cuja opinião sobre a franquia de Halloween deve ser levada a sério, é John Carpenter. Como tal, as coisas que ele tinha a dizer sobre o remake da franquia dirigido por Rob Zombie devem ter sido uma grande decepção para seu sucessor. Quando Carpenter revelou sua opinião sobre a versão de Halloween do Zombie, ele deixou claro que tinha alguns sentimentos desagradáveis, principalmente em relação ao diretor e também por ter tirado todo o mistério da historias com suas explicações exageradas, e realmente, Carpenter resumiu perfeitamente o que achamos desse patético remake.

QUERIAM TRANSFORMAR A SAGA EM UMA ANTOLOGIA

A franquia Halloween é bastante conhecido e gerou personagens icônicos como a Laurie Strode, o Samuel Loomis, e principalmente, o assassino Michael Myers acima de qualquer outro personagem por motivos talvez bem óbvios. Quando os produtores John Carpenter e Debra Hill foram abordados para fazer um terceiro filme de Halloween, eles tomaram a decisão surpreendente de seguir uma direção totalmente nova. Eles fizeram uma tentativa de transformar a franquia em uma série antológica. O plano era que todas as sequências após Halloween III abordarem personagens e histórias totalmente novas. Mas com o fracasso do longa, eles retornam com o bom e velho Michael Myers.

A PRODUÇÃO DO PRIMEIRO FILME FICAVA REUSANDO AS FOLHAS FALSAS

Quando se assiste ao Halloween de 1978, é difícil imaginar que ele tenha sido filmado no sul da Califórnia e ainda em maio. Uma das melhores maneiras de fazer parecer que o filme acontece no outono foi espalhar folhas típicas da época no chão. Mas como nenhuma das folhas estava lá naturalmente, para que isso acontecesse, a equipe de produção tinha que carregar sacos de folhas que eles jogariam no fundo das cenas. Uma vez que as filmagens em qualquer área chegassem ao fim, aquelas mesmas folhas teriam seriam recolhidas novamente e levadas para o próximo local das filmagens.

JAMIE LEE CURTIS QUERIA QUE MIKE MYERS FIZESSE UM CAMEO EM H20

O filme que os produtores esperavam que trouxesse a franquia Halloween de volta à vanguarda do gênero de terror, Halloween H20: 20 Anos Depois acabou sendo um filme bem dividido. Olhando pelo lado positivo, ele teve um bom desempenho na bilheteria. No entanto, acabou recebendo críticas mistas dos críticos e do público. É interessante pensar em como diferentes as coisas poderiam ter sido se o H20 tivesse adotado um elemento mais cômico, assim como os filmes da franquia Pânico que foram lançados na mesma época. De acordo com os bônus incluídos no Blu-Ray do longa, Jamie Lee Curtis comenta que queria que o comediante Mike Myers fizesse uma participação especial no filme, a fim de fazer uma referência o assassino principal, que é o Michael Myers.

HALLOWEEN 5 COMEÇOU A GRAVAR SEM O ROTEIRO ESTAR PRONTO

Os cineastas são artistas, mas para dar vida a sua visão, eles geralmente precisam lidar com os chefes dos estúdios. Há inúmeros exemplos de executivos forçando sua vontade para aqueles envolvidos na produção de um filme. Um grande exemplo, foi quando Halloween 5: A Vingança de Michael Myers começou a ser filmado, o filme não tinha sequer um roteiro pronto para trabalhar. Foi levado todo às pressas para a produção porque o filme anterior da série foi um sucesso.

DONALD PLEASENCE MORREU ANTES DAS FILMAGENS DE HALLOWEEN 6 SEREM FINALIZADAS

É difícil imaginar a franquia sem o fantástico desempenho de Donald Pleasence como o icônico Samuel Loomis. Um médico obcecado em manter as vítimas em potencial de seu ex-paciente Michael Myers em segurança, a versão de Pleasence do personagem tinha medo do Michael, mas ainda assim era bastante determinado. Infelizmente, o ator talentoso nunca pode aparecer na série novamente desde que ele faleceu antes do lançamento de Halloween 6 – A última vingança, que acabou por ser o último filme de sua carreira também.

O ROTEIRO DE HALLOWEEN 4 FOI ESCRITO EM ONZE DIAS

Toda vez que algum sindicato está prestes a entrar em greve, todos na empresa correm para fazer o máximo possível antes que tudo seja fechado. Quando chegou a hora de trabalhar no roteiro de Halloween 4: O Retorno de Michael Myers, a greve dos roteiristas estava bem próxima de acontecer. Como resultado, o roteirista do filme, Alan B. McElroy, correu para poder terminar o roteiro do filme em apenas onze dias. O fato de que ele conseguiu terminar a tempo foi muito afortunado para todos os envolvidos na produção, já que a greve durou incríveis 155 dias.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Ayrton Magalhães

"Todas essas lembranças se apagarão com o tempo, como lágrimas na chuva"

Citação de um dos meus filmes favoritos de todos os tempos, Blade Runner - O Caçador de Androides.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Fãs fazem trailer de Vingadores 4 baseado em relatos do Reddit

Naomi Watts vai estrelar série prequel de Game of Thrones