em

Lista | As 5 Cenas Mais Forçadas de Velozes e Furiosos

cenas velozes e furiosos

Velozes e Furiosos deixou de querer ser levado a sério há muito tempo. Mais especificamente depois do quarto filme em que o diretor Justin Lin – que fez três filmes da franquia, do terceiro ao sexto exemplar – junto com o protagonista/produtor Vin Diesel decidiram transformar o que era para mostrar corridas ilegais em Los Angeles em uma em uma espécie de Os Mercenários. A partir daí cada filme da tem a obrigação de ter sequencias de ação criativas, porém cada vez mais inverossímeis. Aproveitando a estreia do oitavo filme, escolhemos cinco das cenas mais forçadas da franquia. Vale avisar, que algumas dessas cenas são clímax e há spoilers, mas como a franquia não tem dos roteiros mais brilhantes, não vai comprometer a sua diversão. Apertem os cintos e confiram:

5. Perseguição com o cofre

Velozes e Furiosos 5 – Operação Rio

Para brasileiros, o quinto filme é incrível por ser um festival de erros. Que vão desde o trem bala de São Paulo para Rio no meio do deserto (Mas qual? Um inventado para o filme) á brasileiros que falam português com uma leve pitada de espanhol. Mas é um dos mais divertidos da franquia. O clímax que mostram nossos heróis roubando um cofre (literalmente) no meio das ruas da capital carioca é tão absurdo que é muito divertido. Destaque para o momento em que Vin Diesel usa o cofre como corrente.

4. À beira do penhasco

Velozes e Furiosos 7

Uma das coisas mais interessantes que o diretor James Wan fez junto com a montagem no sétimo filme, foi colocar Brian (Paul Walker) em perigo em vários momentos, aproveitando o conhecimento do público sobre a morte do ator. O ápice é essa cena que após conseguir sobreviver a uma luta com Tony Jaa, Brian consegue escapar de um ônibus prestes a cair de um desfiladeiro. Ele foge de maneira tão rápida que o próprio efeito evidencia.

3. O clímax no pista do aeroporto

Velozes e Furiosos 6

Todo o clímax do sexto filme é de um exagero sem fim. Vai desde a pista que é infinita aos carros presos na asa para que o avião não decole. Enquanto isso há tiroteio e lutas corpo a corpo. Esse momento em que o  herói consegue escapar da morte, merece destaque pela sinceridade do diretor ao assumir a incoerência da cena como principal meio de diversão.

2. “Carros não voam”

Velozes e Furiosos 7

Ainda no sétimo filme, deve se destacar essa perseguição de carros que é, no mínimo, curiosa. Durante uma operação em Abu Dhabi, Dom tem que triar informações importantes que estão dentro de um carro, mas é impedido por Jason Statham. O resultado é uma perseguição em que esse carro pula de janela em janela, até um momento específico.

 1. Dom voa para salvar Letty

Velozes e Furiosos 6

Provavelmente a cena mais forçada de toda a franquia. Durante um embate entre os carros de Dom (Vin Diesel) com o tanque pilotado pelo vilão Shaw (Luke Evans), a “mocinha” Letty (Michelle Rodriguez) é salva pelo herói durante uma queda, já que ele consegue pular na mesma velocidade e salvar a moça. É ver para acreditar.

Faltou alguma cena? Lembram de outras tão forçadas quanto essas? Comentem!

O que você achou desta publicação?

Publicado por Redação Bastidores

Perfil oficial da redação do site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Crítica | Once Upon a Time – 6×16: Mother’s Little Helper

Lista | Ranking da franquia Velozes e Furiosos