em

Lista | Os 10 melhores personagens de Twin Peaks

É quase impossível selecionar apenas 10 personagens de Twin Peaks, visto que a série de David Lynch e Mark Frost nos trouxe incontáveis figuras memoráveis ao longo de suas duas primeiras temporadas. Porém, o Bastidores aceitou o desafio e tentou selecionar aqui os melhores personagens da série, sem levar em conta a nova temporada atualmente em exibição.

Confira:

10. A Senhora do Tronco (Catherine E. Coulson)

O tipo de figura tipicamente Lynchiana, A Senhora do Tronco (vulgo Log Lady) é uma das personagens mais enigmáticas e carismáticas da série. Mesmo sem qualquer ligação direta com os acontecimentos ou os personagens, a Senhora aparece pontualmente para oferecer charadas e profecias que podem ajudar os detetives a solucionar o mistério – tudo graças à clarividência de seu grande pedaço de tronco, que ela sempre carrega consigo.

9. Denise (David Duchovny)

Enquanto assistia a Twin Peaks, eu não fazia a menor ideia de que David Duchovny, que um dia viria a ser o icônico agente do FBI, Fox Mulder, em Arquivo X, já havia pisado no universo de David Lynch. E mais do que isso, que ele intepretava um personagem anos-luz à frente de qualquer convenção da televisão americana: um policial travesti. Claro que a transformação de Denise é uma questão abordada com muito humor e irreverência, sendo simplesmente impagável ver o ator se divertindo com a personagem – assim como as reações confusas de todos os demais agentes à sua volta.

8. Tommy ‘Hawk’ Hill (Michael Horse)

Um dos coadjuvantes no núcleo do departamento de polícia, Hawk é aquele tipo de personagem que vai crescendo na mente do espectador, mesmo com uma participação tão pequena. Com uma performance certeira de Michael Horse, o policial nativo americano é um mestre na arte de rastreamento e também um dos personagens mais durões da série, aparecendo na hora certa para salvar Cooper e Truman diversas vezes, além de ser crucial para solucionar o mistério do Black Lodge.

7. BOB (Frank Silva)

O maligno antagonista da série, BOB é uma entidade que representa toda a maldade na Terra, e seria injusto não colocá-lo na lista. Sempre com uma expressão aterradora e um visual que raramente associaríamos a uma entidade do tipo (muito menos chamada Bob), Frank Silva impressiona por sua performance altamente física e emblemática, sendo divertidíssimo que ele tenha ganhado o papel por ter aparecido por acidente em um espelho durante as gravações – Silva era um diretor de arte, não ator.

6. Lucy Moran (Kimmy Roberston)

Secretária e figura onipresente no departamento de polícia, Lucy Moran talvez seja o grande alívio cômico da série, trazendo um comportamento engraçado e uma voz aguda que certamente marcam sua personagem. Além do carisma e da personalidade, Lucy também beneficia-se de um dos arcos secundários mais interessantes, naqueles em que sua relação com Andy é posta em primeiro plano.

5. Leland Palmer (Ray Wise)

Que personagem fantástico e complexo é Leland Palmer. Apenas imagino a reação de Ray Wise ao ler o roteiro completo da série e ver as surpresas que aguardavam seu arco, que vão do pai em luto pela morte de sua filha Laura até um comportamento eufórico absurdamente estranho. Claro, todos bem sabemos que tudo estava conectado à sua possessão por BOB, mas não tira o fato de Leland ser um patriarca misterioso, carismático e extremamente volúvel.

4. Audrey Horne (Sherilyn Fenn)

Confesso que não sou um grande fã do núcleo adolescente da série, mas a adorável Audrey Horne é uma exceção magistral. Vivida com carisma e energia por Sherilyn Fenn, Audrey tem uma abordagem incrível no núcleo com seu pai, rendendo situações embaraçosas no bordel Jack Caolho. Porém, é quando a jovem demonstra uma paixão incontrolável por Cooper que temos alguns de seus melhores momentos.

3. Gordon Cole (David Lynch)

Sendo mencionado exaustivamente ao longo da primeira temporada, o Chefe Regional do Bureau Gordon Cole dá as caras como ninguém menos do que… David Lynch! Um dos grandes parceiros de Dale Cooper, Gordon sofre com uma audição debilitada e o que força a usar aparelhos de surdez, sendo uma combinação muito improvável para alguém que atua na profissão de agente secreto. Sempre gritando e agindo de forma irreverente, Gordon é um dos personagens mais divertidos e memoráveis.

2. Laura Palmer (Sheryl Lee)

Mesmo que Laura seja, literalmente, a vítima que incita todos os acontecimentos da série, é inegável a força e o poder do ícone que a jovem rainha do Homecoming de Twin Peaks provoque no espectador. Seja pelas fotos ou os flashbacks, aprendemos que Laura Palmer estava longe de ser apenas uma mocinha indefesa e uma vítima qualquer, revelando-se uma garota incrivelmente manipuladora e inteligente, especialmente no longa derivado Fire Walk with Me. A presença e performance de Sheryl Lee é uma coisa de se impressionar, sendo uma das imagens mais icônicas da História da Televisão. E todas as suas cenas no Black Lodge são apavorantes!

1. Agente Especial Dale Cooper (Kyle MacLachlan)

Vou ser sincero. Twin Peaks é uma ótima série, mas que torna-se uma excepcional série toda vez em que o foco desvia-se para o inigualável Agente Especial Dale Cooper, a jóia da carreira de Kyle MacLachlan. Talvez o melhor personagem já criado por David Lynch, Cooper é um sujeito sempre positivo e com uma concentração imbatível, sendo admirável ver como sua simpatia e educação parecem destacar-se em uma cidade marcada por um crime horrível. Seja nos métodos tibetanos nada convencionais, nas conversas enigmáticas com seus sonhos ou os depoimentos para a misteriosa Diane, Cooper é simplesmente um personagem tão bom quanto às xícaras de café que ele está sempre elogiando. Está demorando para termos um detetive tão memorável e divertido quanto Cooper, e MacLachlan é nada menos do que fantástico.

Menções Honrosas

O Homem do Outro Lugar (Michael J. Anderson)

O que dizer de um anão que fala ao contrário e dança? Sem dúvida uma das figuras mais icônicas e memoráveis de toda a série, sendo o primeiro contato de Cooper com seus sonhos bizarros e a mitologia do Black Lodge, oferecendo linhas de diálogos enigmáticas e que acabam prevendo alguns acontecimentos chave da série.

O Gigante (Carel Struycken)

Mais um dos personagens surreais dos sonhos de Cooper, o Gigante é uma figura que aparece para auxiliar Cooper na investigação de Laura Palmer, oferecendo pistas relevantes – ainda que totalmente enigmáticas – para guiar o trabalho do agente e o departamento. E Carel Struycken é ótimo em seu retrato pacifista e ao mesmo tempo sinistro do personagem.

Não é fácil escolher um só, mas comente abaixo o seu personagem preferido!

Leia mais sobre Twin Peaks

O que você achou desta publicação?

Publicado por Lucas Nascimento

Estudante de audiovisual e apaixonado por cinema, usa este como grande professor e sonha em tornar seus sonhos realidade ou pelo menos se divertir na longa estrada da vida. De blockbusters a filmes de arte, aprecia o estilo e o trabalho de cineastas, atores e roteiristas, dos quais Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock servem como maiores inspirações. Testemunhem, e nos encontramos em Valhalla.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Lista | Os 7 Melhores Jogos de Piratas

Far Cry 5 | Game ganha Data de Lançamento e Quatro Trailers!