em

Lista | Os 10 Piores Filmes de 2016

Nem tudo são rosas.

Depois de nossa lista com os melhores filmes de 2016, hora de fazer o mesmo com aqueles filmes que consideramos os piores do ano – e não foi um ano sem seus grandes fracassos. Confira:

10. Brooklin

Esse talvez seja o pior filme indicado a um Oscar que já vi. É tão clichê, antiquado da maneira errada e sem muito de novo a oferecer. Saiorse Ronan está excelente, e a produção do filme se sai muito bem para um orçamento limitado, mas é uma história batida contada de forma novelesca e sem sutilezas.

9. Esquadrão Suicida

A grande decepção do ano, dado seu incrível potencial. Depois do fiasco de Batman vs Superman, a DC leva outro chute no meio das pernas com um filme completamente sem nexo, mal montado e com péssimo roteiro, que não sabe o que fazer com seus ótimos personagens, jogando-os numa trama sem graça e previsível. O elenco todo funciona, mas que desperdício.

8. Caçadores de Emoção: Além do Limite

Podemos acrescentar mais um à infinita lista de remakes desnecessários que tomam um bela surra se comparados ao original. Não há nada neste filme que lembre a aventura vibrante e piegas do filme de Kathryn Bigelow, apostando em manobras radicas que moderadamente impressionam e personagens sem um pingo de charme ou carisma. Genérico, pra dizer o mínimo.

7. Joy: O Nome do Sucesso

Espero que essa seja a prova definitiva de que David O. Russell é um dos maiores picaretas de Hollywood, visto que nem Jennifer Lawrence consegue salvar esse biopic horroroso. Seja pelo exagero na linguagem das telenovelas, os personagens caricatos ao extremo ou a história que simplesmente não engata, Joy é um porre.

6. Mate-me Por Favor

Isso é o que acontece quando um realizador confunde arte com chatice. Ao tentar criar um filme atmosférico e incômodo,  acaba rendendo uma das experiências mais tediosas e sem nexo do ano. Nunca chegamos a lugar algum, jamais temos algo satisfatório… Além da fotografia realmente impactante.

5. Independence Day: O Ressurgimento

Nunca fui um grande fã do primeiro Independence Day, então não tinha nenhuma expectativa para essa sequência que, surpreendentemente, muita gente queria. No fim, é um dos blockbusters mais chatos e monótonos que já vi, que carece de bons personagens, cenas de ação empolgantes e do carisma para nos fazer suportar o enorme número de clichês. Will Smith certamente fez falta.

4. Deuses do Egito

Veja bem, esse filme é ruim. Muito, muito ruim… Mas é uma ruindade que o torna divertido a níveis de Batman & Robin, onde é tudo tão abismal e embaraçoso que pode provocar diversas risadas não intencionais. Dito isso, é um festival de personagens ocos, história ridícula e diversos clichês batidos. Mas olha, valeu a pena ver Chadwick Boseman conversando com um alface.

lenda-tarzan

3. A Lenda de Tarzan

É díficil de acreditar que David Yates tenha dirigido Animais Fantásticos e Onde Habitam e A Lenda de Tarzan no mesmo ano. Não que o retorno ao mundo de J.K. Rowling fosse o melhor filme do mundo, mas este novo Tarzan é simplesmente tedioso. Com um visual sem vida, uma história previsível e desinteressante, pouco se salva aqui.

2. Warcraft: O Primeiro Encontro de Dois Mundos

Mesmo não sendo um grande fã do gênero medieval, eu esperava que Duncan Jones pudesse dar uma moral para adaptações cinematográficas de vidoegames. Mas, ainda que tenha uma produção caprichada e bons efeitos visuais, Warcraft é um festival de chatice, história sem sentido e personagens que não tem o menor carisma. Difícil manter os olhos na tela.

1. É Fada!

Não sei mais o que dizer sobre esta bomba gigante. Tudo o de ruim que um filme se pode ter está aqui, desde roteiro capenga até direção amadora, marcado ainda pela atuação espalhafatosa de Kéfera. Pra lista de piores filmes que eu já vi na vida, na verdade.

Menções “Desonrosas”

A 5ª Onda

“Se você é fã de uma história medíocre e clichê, cheia de personagens caricatos e presos na formula de filmes para adolescentes na puberdade, esse filme é pra você. Nesse ano temos dois grandes opostos nos filmes de invasão alienígena, sendo A Chegada o filme bom e A 5ª Onda o filme ruim.” – Daniel Sodré

alice-atraves-do-espelho

Alice Através do Espelho

“O ‘por quê?’ não pode, e não precisa, ser colocado em palavras”. E então escreveu Lewis Carroll na introdução de “As Aventuras de Alice no País das Maravilhas”, cujo conselho foi infelizmente desprezado em Alice Através do Espelho, sequência do diretor James Bobin para o filme massivamente lucrativo de Tim Burton. Tomando o ambiente psicodélico e sem restrições imaginativas criado por Carroll e pintando-o com tons monótonos de bege, além de utilizar como pretexto uma história clichê de viagem no tempo, essa espalhafatosa continuação sem-brilho é um retrocesso gigantesco para as escavações em live-action que a Disney faz a partir de seus catálogos animados.” – Thiago Nolla

ben-hur

Ben-Hur

“Filme completamente apelativo e estritamente dedicado ao publico que segue a religião cristã, colocaram fortes nomes no elenco como Rodrigo Santoro e Morgan Freeman, porém parece que Morgan só aceitou tal papel pois queria uma grana. O final é totalmente what the fuck, chuva que cura lepra??? Me poupe…” – Henrique Vecchio

E você, caro leitor, viu alguma coisa pior em 2016? Solte aí nos comentários!

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Lucas Nascimento

Estudante de audiovisual e apaixonado por cinema, usa este como grande professor e sonha em tornar seus sonhos realidade ou pelo menos se divertir na longa estrada da vida. De blockbusters a filmes de arte, aprecia o estilo e o trabalho de cineastas, atores e roteiristas, dos quais Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock servem como maiores inspirações. Testemunhem, e nos encontramos em Valhalla.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Lista | Os 10 Melhores Dramas Sul-Coreanos de 2016

Lista | Os 10 Melhores Papéis de Debbie Reynolds