em ,

Lista | Os Melhores Episódios da 1ª Temporada de Pokémon

POKÉMON LIGA INDIGO

Pode parecer algo completamente nostálgico da minha parte, mas ainda acredito que uma das melhores obras a serem transmitidas para o público infantil nos anos 1990 foi a 1ª temporada de Pokémon. Focada na Liga Indigo, a temporada tinha o árduo trabalho de mostrar a região de Kanto já apresentada no clássico game de Game Boy, além de apresentar e desenvolver Ash Ketchum da cidade de Pallet, Pikachu, além dos amigos do protagonista Misty e Brock que eram apenas líderes de ginásio no jogo original.

Além disso, estruturando os episódios em uma forma repetitiva para fisgar as crianças jovens, tínhamos os antagonistas atrapalhados Jesse, James e Miau da Equipe Rocket. Tudo era funcional e emocionante, afinal, não fosse feito um bom trabalho de entender a audiência no momento, Pokémon não teria se tornado o fenômeno que foi e que continua a ser até os dias de hoje.

Com a revisita a Kanto proposta pelo remake de Pokémon Yellow com Pokémon Let’s Go Pikachu/Eevee, não há momento mais ideal para elencar os episódios mais memoráveis da primeira temporada de Pokémon que, provavelmente, continua sendo a melhor de todo o desenho. Apesar da lista estar elencada em alguma ordem, não há preferência de melhor ou pior episódio nesse ranking, afinal aqui estão os melhores dos melhores.

POKÉMON, EU ESCOLHO VOCÊ

Basta perguntar a qualquer um que teve contato com esse primeiro episódio da saga Pokémon que muitos lembrarão do episódio de modo vívido. Em apenas pouco mais de vinte minutos, a incrível jornada de Ahs e Pikachu era cimentada com fundações muito sólidas.

A começar por caracterizar Ash, um moleque atrapalhado de 10 anos que não sabe qual Pokémon inicial escolher com o professor Carvalho. Demorando para acordar, Ash perde a oportunidade de escolher um dos três iniciais clássicos e acaba ficando com um rejeitado e problemático Pikachu que se recusa a obedecer ao novo mestre.

Conhecendo também seu rival Gary, uma sensação de Pallet, vemos como Ash é um zero a esquerda no momento atual, um completo desacreditado que nem mesmo seu Pokémon consegue respeitar. Porém tudo muda com as tentativas ineptas de Ash em capturar um segundo Pokémon. Ao atirar uma pedra em um Spearow, um perigoso bando se forma e o caça.

Conectando os pontos de modo inteligente, os roteiristas fazem Ash roubar a bicicleta de Misty, sua futura amiga, para tentar fugir dos Pokémon furiosos. Em uma cena catártica, Pikachu reconhece que Ash estaria disposto a morrer para salvá-lo dos bichos raivosos. Com isso, solta um poderoso choque trovão que afasta os spearow e ainda consegue salvar seu mestre no processo. Nasce assim uma das amizades mais poderosas já vistas em um anime.

ADEUS BUTTERFREE

Contrariando o que muitos fãs esperavam, Ash tem o duro hábito de libertar seus Pokémon para viverem na natureza. O primeiro deles é o seu Butterfree, o primeiro Pokémon que Ash capturou em sua jornada quando ainda era um pequeno Caterpie. O episódio toca sempre as notas certas para conseguir emocionar o espectador, incluindo um belo flashback com os melhores momentos da relação de Ash com Caterpie até ele evoluir para sua última forma.

E se já com Butterfree foi difícil dizer adeus, que dirá para todos os outros que Ash libertou.

CHARMANDER, O POKÉMON PERDIDO

O episódio no qual Ash se alia a Charmander é um dos mais poderosos em termos de mensagem de respeito aos animais que a produção de Pokémon já conseguiu emplacar aos jovens. No caso, um pequeno Charmander é abandonado por seu treinador original por se considerado “fraco demais”.

O problema é que Charmander, deprimido pelo abandono, fica ao próprio destino em uma rocha enquanto uma tempestade se aproxima. Ash, Misty, Brock e Pikachu então correm para salvar o Pokémon da chuva que pode apagar a chama de sua cauda e levá-lo a morte. É um dos episódios mais fortes da temporada.

AÍ VEM O ESQUADRÃO SQUIRTLE

Já no episódio seguinte após ter salvado Charmander, Ash acaba caindo em uma enrascada tramada pela equipe Rocket que convenceu um grupo de Squirtles arruaceiros a roubar Pikachu. Sendo um episódio totalmente contrastante ao do Charmander, aqui temos muito humor e uma personalidade única para o líder dos Squirtle que então acaba se unindo a Ash em sua jornada, após ser salvo por ele.

A ILHA DOS POKÉMON GIGANTES

Até hoje, esse deve ser um dos episódios mais icônicos de toda o anime. Este é um dos únicos episódios no qual é possível compreender as conversas dos Pokémon que são legendados para o público. Nele, diversos Pokémon de Ash e todos os da equipe Rocket são obrigados a conviver juntos e driblar o perigo das gigantescas criaturas que vivem na ilha.

Misturando uma boa história de naufrágio com amizades improváveis, o episódio mostra a perseverança dos Pokémon em encontrar novamente seus mestres, além de mostrar que as criaturas tendem a ser amigas, mesmo que sejam obrigadas a lutar por lados opostos.

ABRA E O SHOW DE PARANORMAIS

Enquanto no game Sabrina é uma típica líder de ginásio comum, no anime foi conferida uma aura sobrenatural para a personagem de Saffron. No episódio bastante ligeiro, Ash inevitavelmente perde a luta para os Pokémon psíquicos de Sabrina e então acabam encolhidos se tornando brinquedos da líder do ginásio.

Depois de serem salvos de um senhor misterioso, Ash passa a procurar um Pokémon fantasma, um Haunter, que seja forte o suficiente para ajuda-lo a derrotar a estranha garota. Com certeza, é uma das passagens mais aterrorizantes da temporada.

A MANSÃO MISTERIOSA DO DITTO

Um dos episódios mais divertidos de Pokémon trazendo a apresentação de Ditto para o anime, o Pokémon metamorfo. Só que no caso, o Ditto do anime é um péssimo imitador, sempre deixando resquícios de alguns de seus traços originais quando copia algum Pokémon, tornando-se praticamente um fardo para a equipe Rocket que, após roubá-lo, deseja vende-lo como outro Pokémon.

O ADEUS DO PIKACHU

Depois de muitos episódios sem vermos Ash libertar algum Pokémon, chega esse potente episódio que consegue derrubar o emocional de qualquer fã. Concentrado totalmente em Pikachu, Ash e sua turma descobrem uma floresta repleta de Pikachus que rapidamente fazem amizade com o melhor amigo do protagonista. Não demora muito a Ash perceber que ali talvez seja o melhor lugar para Pikachu viver e, assim, derramando lágrimas, o protagonista corre e abandona seu Pokémon.

Até que, felizmente, Pikachu decide ficar com seu amigo humano e volta correndo aos braços do treinador. É absolutamente fantástico.

O ATAQUE DOS POKÉMON PRÉ-HISTÓRICOS

Também sendo um dos episódios mais memoráveis, esse aqui destinado ao grupo descobrindo diversos Pokémon pré-históricos consegue o destaque pela evolução inesperada de Charmeleon tornando-se o típico Charizard desobediente de Ash que sem rende algumas risadas da esquete que é repetida diversas vezes.

Aqui vemos uns dos Pokémon mais interessantes dos 150 originais como Omany, Kabutops e Aerodactyl que duela ferozmente com Charizard por vontade própria.

AMIGO DE VERDADE

Já no terço final da temporada, com Ash conseguindo chegar à Liga Indigo, temos esse ótimo episódio no qual Ash é confrontado pela realidade de que ele não é um treinador tão bom quanto imagina. Ele conhece Ritchie e rapidamente se tornam amigos. O personagem funciona como se fosse um “Ash” aprimorado, batizando seus Pokémon com nomes diferentes, além de conseguir domar a vontade de outras criaturas que Ash também possui no time como um Pikachu, uma Butterfree e um Charmander.

Conquistando o hábito, Ash perde nas quartas de final para Ritchie e é eliminado da Liga Pokémon, mas mantém sua amizade com o personagem.

Essas são as nossas escolhas dos dez melhores episódios da primeira temporada de Pokémon. E para você, quais são? Conte nos comentários!

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Matheus Fragata

Editor-geral do Bastidores, formado em Cinema seguindo o sonho de me tornar Diretor de Fotografia. Sou apaixonado por filmes desde que nasci, além de ser fã inveterado do cinema silencioso e do grande mestre Hitchcock. Acredito no cinema contemporâneo, tenho fé em remakes e reboots, aposto em David Fincher e me divirto com as bobagens hollywoodianas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Fazendeira cria seu próprio vestido de noiva com 40 sacos de cimento

Lista | Saiba onde encontrar 5 raros e fortes Pokémons