em

AmeiAmei

Lista | Os Melhores Personagens de Grey’s Anatomy

CUIDADO: esta lista contém spoilers referentes aos personagens.

Poucas pessoas sabem, mas no dia 02 de julho é comemorado o Dia do Hospital – e sabemos que uma grande parte dos produtos audiovisuais tem com pano de fundo salas de cirurgia e casos surpreendentes dentro do âmbito da medicina. E para celebrar essa data importante, separamos algumas listas especiais sobre as séries médicas mais amadas e mais conhecidas por públicos de todas as idades.

Começando com uma das maiores sensações da ABC – tanto que seu legado já está se estendendo para a décima quarta temporada -, confira os melhores personagens do show vencedor do Primetime Emmy Award de Melhor Série Dramática, Grey’s Anatomy.

Obs.: a lista não segue uma ordem específica.

ARIZONA ROBBINS (Jessica Capshaw)

Resultado de imagem para arizona robbins

Arizona Robbins meio que caiu de paraquedas em Grey’s. Sua personalidade completamente destoante do restante da equipe médica do Seattle Grace poderia ser classificada como “ingênua”, e foi vista com maus olhos pela maioria de seus colegas, que basicamente condenavam seus adesivos coloridos e sua irritante voz aguda. Entretanto, ela rapidamente conquistou o público com seus princípios irrevogáveis e a incrível capacidade de amenizar as situações mais caóticas dentro da sala de cirurgia. Seu arco talvez seja um dos mais bem construídos de toda a série, trazendo tragédias e acontecimentos epifânicos para sua vida – incluindo um desastre de avião e um relacionamento inesperado com Callie Torres.

CALLIOPE ‘CALLIE’ TORRES (Sara Ramirez)

Resultado de imagem para sara ramirez callie torres

A constante “metamorfa” médica Callie Torres foi chefe da ala ortopédica do Seattle Grace e emergiu como uma das personagens femininas mais fortes e bem estruturadas da televisão contemporânea. Desde a segunda temporada, agradou grande parte do público ao fundir-se com os arcos dos protagonistas – inclusive casando-se com um deles antes de finalmente engajar-se em um dos melhores relacionamentos da série. Inicialmente, sua explosividade em cena tornava-a egocêntrica, mas após passar uma das maiores transformações de sua vida após o acidente que protagonizou na sétima temporada, responsável pela quase perda de sua filha. Sua saída no décimo segundo ano da série foi um dos mais tristes e inesperados de todo o show.

MIRANDA BAILEY (Chandra Wilson)

Resultado de imagem para miranda bailey

Falar em Grey’s Anatomy e não citar a personalidade impulsiva e autoritária de Miranda Bailey é varrer para baixo do tapete os melhores momentos da série. Desde o episódio piloto, a encarnação feita por Chandra Wilson foi automaticamente caracterizada como “nazista” pelos novos internos do hospital. Entretanto, apesar do premeditado medo causado por ela, sua resiliência serviu de inspiração para os colegas mais próximos, incluindo Meredith Grey (Ellen Pompeo), a protagonista. O brilho de Bailey não provém apenas de seus momentos moralistas e sarcásticos, mas também com suas fraquezas, exploradas a fundo conforme suas responsabilidades cresciam dentro do time.

ALEXANDRA ‘LEXIE’ GREY (Chyler Leigh)

 

Lexipedia será sempre lembrada pelos fãs de Grey’s. Sua entrada imprevisível no final da terceira temporada permitiu que o arco de Meredith fosse ainda mais endossado ao se revelar como sua meia-irmã. Um dos pontos mais interessantes de sua personalidade era, sem sombra de dúvida, a memória fotográfica, ainda que seus sucessos dentro da sala de operações fossem escassos. Lexie não só rouba a cena em diversos momentos, mas tem uma das subtramas amorosas mais deliciosas da série e tem um dos arcos de finalização mais trágicos, falecendo após o desastre de avião no fim do oitavo ano. Como homenagem, os patrocinadores do hospital decidiram renomeá-lo com seu sobrenome – reabrindo o Seattle Grace como Grey-Sloan Memorial.

MARK SLOAN (Eric Dane)

Resultado de imagem para mark sloan

Mark Sloan foi um dos personagens mais odiados da série durante muito tempo. Primeiro, por ter traído seu melhor amigo Derek Shepherd (Patrick Dempsey) ao ficar com sua esposa; segundo, por tratar todas as enfermeiras e médicas como apenas casos de uma noite; terceiro, por ir embora da pior forma possível: se redimindo. Mark e Lexie tiveram um relacionamento conturbado através de sua permanência no hospital, e um parece ter levado o outro para o plano espiritual: logo depois de sua morte, Sloan ficou muito debilitado e entrou em morte cerebral, reunindo-se com seu amor verdadeiro – ainda que não em vida. E convenhamos: seu apelido de McSteamy não veio por acaso.

ADDISON ‘ADDIE’ MONTGOMERY (Kate Walsh)

Resultado de imagem para addison montgomery

Pense em uma vilã que só se ferra. Agora pense em uma personagem carismática que deixou saudades. Esta é Addison Montgomery, a maior “estraga-prazeres” de todos os tempos – ou pelo menos essa foi a impressão que ela nos deu ao aparecer do nada em Seattle Grace justamente quando a relação entre Derek e Meredith estava prestes a se firmar. Addie é ex-mulher de Derek, mas, conforme os episódios se seguem, descobrimos que ela foi deixada para trás sem qualquer explicação, e mesmo depois de ter sido perdoada pela traição. Por conhecer Richard Webber (James Pickens Jr.), o chefe-geral do hospital, tornou-se chefe de cirurgia neonatal e deu a volta por cima dos rumores ao passar por altos e baixos e trazer comicidade e complexidade para Grey’s. Sua falta foi tamanha, que a personagem ganhou um spin-off chamado Private Practice.

CRISTINA YANG (Sandra Oh)

Resultado de imagem para cristina yang

Não há nenhuma personagem mais contraditória e indecifrável que Cristina Yang. Seu principal objetivo é exceder na carreira de cardio-cirurgiã, fazendo o que for possível para se aproximar de seus superiores e mentores, incluindo se apaixonar por um deles – Preston Burke (Isaiah Washington) – ou puxar o saco até dizer chega para ganhar as melhores cirurgias – Erica Hahn (Brooke Smith). Sua vida é tão conturbada que ela não tem certeza se deve se ater aos seus princípios ou mergulhar de cabeça em algo completamente arriscado – Cristina imagina como seria sua vida, em meados da décima temporada, caso optasse pela vida materna. Mas o dom nato para a medicina é incontestável, mesmo que retifique seu egocentrismo. Mais uma vez, Shonda Rhimes optou por lhe presentear com um “final feliz”, retirando-a da série para se transformar em uma das chefes de cirurgia mais respeitadas de todo o mundo – e sim: ela faz muita falta.

GEORGE O’MALLEY (T.R. Knight)

Resultado de imagem para george o'malley

George poderia ter sido um dos maiores fracassos da nova equipe de interinos do Seattle Grace Hospital, principalmente levando em consideração sua colecistectomia (remoção da vesícula biliar) no episódio piloto – a qual lhe deu o apelido de 007. Entretanto, o ingênuo e submisso O’Malley não chegou ao patama em que está por sorte: conforme os capítulos se desenrolavam, o personagem mostrou-se digno do respeito dos outros, emergindo como um forte candidato à promoção para residente-chefe. Sua personalidade altruísta foi a responsável pela ruína que caiu sobre ele no final da quinta temporada, durante o qual é atropelado ao salvar uma mulher e infelizmente não resiste aos ferimentos.

ALEX KAREV (Justin Chambers)

Resultado de imagem para alex karev

Superioridade, destrato e antiprofissionalismo são palavras que nos remetem a Alex Karev. A princípio. O interno mais irritante das primeiras temporadas é também um dos mais altruístas de toda série, provando ser digno de entrar para a lista dos melhores personagens de Grey’s Anatomy. Através dos treze anos de série, Alex optou por não abraçar seus instintos paternos para com os colegas e os diversos relacionamentos amorosos – incluindo uma desastrosa e cruel paixonite por Izzie Stevens (Katherine Heigl). Tal qual foi a surpresa quando o personagem optou pela especialização em cirurgia neonatal, absorvendo os ensinamentos de Arizona e, eventualmente, entregando a própria liberdade em nome do amor.

APRIL KEPNER (Sarah Drew)

Há duas fases bem distintas de April Kepner na série: a mimada, inconstante e iludida, marcando sua entrada completamente inesperada no Seattle Grace para repor a defasagem de internos; e a forte, independente – e um tanto quanto assustadora -, logo depois de passar um longo tempo com seu colega de trabalho Owen Hunt (Kevin McKidd) no exército americano. A priori, sua saída da série foi muito bem justificada, visto que uma pequena parcela do público realmente havia sido tocada por seus trejeitos traiçoeiros, principalmente se levarmos em consideração o backstabbing com Lexie na quinta temporada. Mas seu retorno mostrou a confiança de Shonda Rhimes no personagem, garantindo-lhe uma transformação irreversível e transformando-lhe em uma das principais engrenagens da equipe médica.

E aí? Concorda com nossa lista? Ou achou que esquecemos de alguém? Não deixe de escrever seus comentários e opiniões!

O que você achou desta publicação?

Publicado por Thiago Nolla

Thiago Nolla faz um pouco de tudo: é ator, escritor, dançarino e faz audiovisual por ter uma paixão indescritível pela arte. É um inveterado fã de contos de fadas e histórias de suspense e tem como maiores inspirações a estética expressionista de Fritz Lang e a narrativa dinâmica de Aaron Sorkin. Um de seus maiores sonhos é interpretar o Gênio da Lâmpada de Aladdin no musical da Broadway.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Lista | Os 10 Melhores Vilões dos Games