Hollywood sempre chamou atenção do público, e não apenas por ser a ” capital mundial do entretenimento”, mas também devido ao que acontecia nos seus bastidores. Rumores e boatos sempre fizeram parte da história do distrito de Los Angeles, e alcançaram seu auge no período da  Era de Ouro do cinema. Com o surgimento dos filmes falados, a imprensa começou a ter um interesse maior pela arte, e por aqueles que faziam parte dela. Com isso, várias histórias começaram a surgir sobre atores e suas vidas intimas, e algumas ainda permanecem em discussão sobre a sua veracidade.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Dito isso, decidimos postar uma lista sobre os rumores mais famosos que surgiram nessa época tão adorada na história da sétima arte

LORETTA YOUNG E CLARK GABLE

Em 1935, Clark Gable e Loretta Young foram os protagonistas do filme O Grito Da Selva, do diretor William A Wellman. Durante as gravações, Young acabou engravidando de Gable, que na época era casado com a atriz Maria ” Ria” Franklin. Com medo de prejudicar a carreira do ator, e sabendo que a Fox, estudio de qual fazia parte, iria pressiona-la para fazer um aborto – algo que como católica devota, ela considerava pecado mortal – decidiu armar um plano com as irmãs e a mãe para esconder a gravidez.

Foi passar um tempo na Inglattera, onde deu a luz a uma menina, a qual deu o nome de Judith,e a entregou para um orfanato. Quando voltou para os Estados Unidos, ficou alguns meses de repouso, dizendo que estava se recuperando de uma condição que tinha desde a infância, e depois voltou a atuar. Dois anos depois, a criança, entao com 1 ano e 7 meses,  foi buscada pela sua avó no local onde estava e Loretta anunciou que estava adotando. Na época, Young era casada com seu segundo marido, o produtor Tom Lewis, que deu seu sobrenome ao bebê

Como era de se imaginar, poucas pessoas caíram na farsa, e logo a paternidade da criança passou a ser comentada. Loretta negou por anos as fofocas, até 1999 , quando é lançada sua autobiografia. Nela, a atriz confirma todos os rumores, eassume que Judy Lewis nasceu de um caso dela com Gable.

Parecia estar tudo resolvido. Porém, em 2015, a nora de Loretta, Linda Lewis, esposa de Christopher Lewis, afirmou que Gable estuprou a atriz durante as filmagens de O Grito da Selva. Afirmou também, que Young nao relatou o caso, pois acreditava que era dever de uma mulher conter avanços de um homem, e que o fato dela ter deixado o ator a dominar era uma falha de seu caráter.

RAMON NOVARRO E RODOLFO VALENTINO

Ramon Novarro e Rodolfo Valentino foram dois grandes nomes do cinema mudo. Dotados de grande charme, e sempre abusando de sensualidade, arrebataram o coração do publico feminino. O furor causado pelos dois fez com que a imprensa americana os denominasse como ” amantes latinos”. Novarro era mexicano, e Valentino era italiano.

Porém, em sua vida particular, devido aos seus estilos, como posso dizer, exóticos ( ao menos para a época), logo começaram a surgir boatos sobre a sexualidade dos dois. No caso de Valentino, o boato nunca passou de um mito, que o perseguiu a vida toda, e inclusive lhe causava muita irritação sempre que era questionado. No caso de Novarro não, o mexicano era homossexual, algo que poderia ser facilmente percebido por quem o conhecia.

Logo, é facil imaginar que surgiu outro boato, o de que Valentino e Novarro foram amantes. Algo que nunca passou de uma lenda urbana.

CARY GRANT E GEORGE RANDOLPH SCOTT

Cary Grant é definitivamente um dos maiores nomes da história do cinema americano, quiça mundial. Foi definido como a personalidade que melhor conseguia simbolizar o glamour e o estilo de Hollywood nos seus melhores anos. Já George Randolph Scott foi considerado um dos maiores nomes do gênero faroeste, o que fez com que ele se tornasse um dos atores mais rentáveis da história.

Grant e Scott foram grandes amigos na vida privada, inclusive dividindo um apartamento por 12 anos. Devido ao fato de que nunca foram vistos com mulheres enquanto viveram juntos, e muitas fotos dos dois juntos eram na piscina, começaram a surgir boatos de que fossem um casal. Algo nunca comprovado, e considerado uma bobagem por quem os conhecia.

Mesmo depois de se casarem, a amizade nunca esfriou. Quando Grant faleceu, em 1986, Scott chorou copiosamente sobre seu caixão.

O FILME ADULTO DE JOAN CRAWFORD

Joan Crawford se tornou um dos nomes mais populares da história do cinema. Não apenas devido as suas qualidades como atriz, mas também devido a sua beleza e sensualidade, fato que fez com ela se tornasse uma das primeiras sex simbols de Hollywood.

Porém, Crawford não se tornou lembrada apenas por isso, mas também devido aos rumores que sobre sua vida privada. Boatos dizem que sua vida sexual era extremamente ativa, indo de homens a mulheres, e que poucos foram aqueles que escapado de seus desejos. Bette Davis, sua famosa riva, afirmou que apenas a cadela Lassie não teria sido sua vítima dentro da MGM.

Outro grande boato relacionado a Crawford, foi um que afirmava que a atriz, antes de ser famosa, atuou em um filme adulto softcore chamado ” The Casting Couch”. A MGM teria comprado a única cópia do filme, por cerca de 100 mil dólares, e a destruído.

CLARA BOW, ANIMAIS E O TIME DE FUTEBOL AMERICANO DA USC

Igualmente a Joan Crawford, Clara Bow foi um dos grandes nomes do cinema mudo. Com atuações alto nivel, e uma beleza exuberante, que a colocava no grupo de mulheres mais desejadas pelo público, Bow foi se tornou um dos grandes nomes do cinema. Se tornou um simbolo do movimento Roaring Twenties, um período marcado pela volta do otimismo pós primeira grande guerra, e de grande efervencia cultural nas grandes capitais do mundo.

Porém, a ”It Girl” ( como passou a ser conhecida após sua participação na comédia IT) não pode ser comparada a Crawford apenas pelo sucesso que fez nas telas, mas também pelos rumores sobre a sua vida privada. Segundo as fofocas, Crow viveu uma intensa vida sexual, se relacionando tanto com homens quanto mulheres, fazia menage com prostituas, e chegava a fazer sexo em público. Segundo as más línguas, quando não tinha homens e mulheres para se satisfazer, recorria a animais.

Um grande rumor que perseguiu a atriz, e mesmo hoje permanece bem forte, era que teria dormido com todos os jogadores do time de futebol americano da Universidade do Sul da California, sendo um deles o ator John Wayne. O fato foi extremamente negado pelos jogadores da equipe, e desmentido pelo biógrafo da atriz, David Stenn.

ERROL FLYNN, NAZISMO E SEDUÇÃO DE MENORES

Apesar de não ser talentoso quanto outros atores da época, Errol Flyn se destacava devido a seu charme e seu carisma em cena. Adquiriu fama mundial ao participar dos filmes capa e espada dos anos 30, com destaque para a sua atuação como Robin Hood em As Aventuras de Robin Hood, do diretor Michael Curtiz, papel por qual foi nomeado como um dos maiores heróis do cinema.

Sua vida particular era bastante comentada. Era de conhecimento público que Flynn era mulherengo, e que adorava dar festas em suas mansões e iates. Gostava também de beber muito e abusar do uso de drogas. Toda essa vida agitada acabou encurtando sua vida, fazendo com morresse aos 50 anos de idade, de infarto. Logo após seu falecimento, vários boatos sobre o ator começaram a surgir.

Em 1961, a mãe da atriz Beverly Aadlands, Florence, afirmou que Flynn manteve um romance com sua filha na época em que ela tinha 15 anos. Esse fato, e também a acusação de estrupro de menores que o ator sofreu em 1942, acabou gerando um forte rumor que ele teria se envolvido com várias mulheres que eram menores de idade, o que arranhou a sua imagem de herói galã.

Um outro boato sobre Flynn, que também surgiu após sua morte, veio do autor Charles Higham, que afirmou que o ator era um simpatizando do nazismo e que espionou para eles na segunda guerra. Fato totalmente rechaçado por biógrafos daquele.

OS MUITOS AMANTES DE PAUL NEWMAN

Paul Newman não se tornou conhecido apenas pela sua brilhante carreira como ator, e  por ter se tornado um dos maiores sex symbols da história do cinema, e sim também pelo seu longo e apaixonado casamento com a atriz Joanne Woodward, que durou até a morte do ator em 2008. Newman era conhecido como um marido extremamente devoto a esposa e a sua familia, e afirmava que seu maior medo na vida era perder Joanne.

Porém, em 2009, uma biografia lançada sobre o ator afirmou que ele não era tão fiel quanto se imaginava. Segundo o livro conta, Newman teve diversas amantes, como por exemplo Marilyn Monroe, Nathalie Wood e Lana Turner. E não era apenas com mulheres que ele se divertia, a biografia ainda afirma que muitos homens também foram amantes de Newman, entre eles os Tony Perkins, Montgomery Cliff e Steve Mcqueen.

A familia de Newman negou tudo o que foi escrito.

QUEM MATOU WILLIAM DESMOND TAYLOR

William Desmond Taylor poderia ter se tornado um dos maiores diretores da história de Hollywood. Porém, seu assassinato no dia primeiro de fevereiro de 1922 acabou de maneira precoce com sua carreira. O crime chocou Hollywood, e acabaria por se tornar um dos crimes mais misteriosos que aconteceram no distrito. O acontecido até hoje permanece sem solução, e vários rumores surgiram sobre quem poderiam ser os responsaveis pelo assassinato.

A primeira suspeita recaiu sobre a namorada do diretor na época, Mabel Normand, última pessoa que viu Taylor vivo, mas. Depois,as suspeitas cairam sobre a atriz Mary Miles Minter, que teria se apaixonado pelo diretor e lhe enviado diversas cartas de amor, mas ele a teria rejeitado. Outro suspeito foi o gerente da Paramount, Charles Eyton, que foi encontrado pela polícia junto de outros funcionários do estudio revirando a casa da vítima.

Porém, o maior rumor sobre o caso é que Taylor teria sido assassinado a mando de mafiosos. Mabel Norman era uma viciada em cocaína, e procurou o diretor para que lhe ajudasse a superar seu vício. Sendo um grande ativista anti drogas, Taylor decidiu comunicar aos federais sobre a venda de narcóticos em Hollywood, o que teria irritado as mafias locais, que faturavam alto vendendo para personalidades do cinema. Por isso, muitos afirmam que contrataram um assassino par dar cabo do diretor. Claro, isso nunca fora comprovado.

Comente!