A cada ano que passa, vamos tendo um aumento expressivo de produções sobre super-heróis no cinema. Em 2017, nada menos do que 8 títulos dessa categoria foram lançados nas telonas, com produções da Marvel Studios, DC e Sony. Dito isso, nada mais justo do que parar e refletir sobre os melhores filmes de super-heróis do ano, listando-os do pior ao melhor.

Confira:

power rangers filme

8. Power Rangers

Power Rangers não é um filme ruim, mas falha em atingir todo o potencial prometido em seus minutos iniciais. Dedicando boa parte do tempo à origem dos Rangers, o filme de Dean Israelite constrói uma boa dinâmica de grupo, e todo o elenco dos jovens heróis de Angel’s Groove é muito bem aproveitado. Porém, todo o lado “super” da história é genérico e desinteressante. Quem sabe com um orçamento maior, em uma hipotética continuação, a coisa melhore?

7. Thor: Ragnarok

Muita piada para o Deus do Trovão? A entrada de Taika Waititi no MCU certamente trouxe uma visão diferente para o complicado Vingador Nórdico, com uma aventura colorida e inspirada em fliperamas dos anos 80. Mesmo com um bom humor e um Hulk inspirado – além de ser o melhor uso de Chris Hemsworth no MCU até agora -, o filme acaba sofrendo pela artificialidade, péssimos efeitos visuais e uma direção pouco cinematográfica do comediante Taika Waititi. Deveria ter mesmo ter ficado com o formato do mockumentary visto no hilário Team Thor.

6. Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Marcando o retorno do personagem à Marvel Studios, De Volta ao Lar é uma abordagem engraçada e leve para os tempos de colegiais do personagem, dedicando um merecido tempo ao cotidiano de Peter Parker e seus problemas típicos de adolescente. Tom Holland brilha na pele do herói e seu alter ego, assim como o ótimo vilão vivido por Michael Keaton, garantindo uma diversão inegável. Carece de um aprofundamento emocional e cenas de ação inventivas – fruto da direção nada inspirada de John Watts, mas definitivamente é um ótimo recomeço.

5. Liga da Justiça

Projeto que a Warner tanto quis tornar realidade, finalmente temos um filme sobre a maior equipe de super-heróis de todos os tempos. Infelizmente, diversos problemas acabaram interferindo no resultado final de Liga da Justiça, que acabou sendo finalizado por Joss Whedon após o afastamento de Zack Snyder por problemas pessoais. Liga é um filme apressado e que não traz tantas marcas autorais, além de ter um péssimo vilão e nenhum senso de ameaça. PORÉM, os acertos são maiores e fazem valer a pena graças ao trabalho excepcional com os personagens, tanto pelo elenco acertadíssimo quanto pela ótima interação entre todos eles, que agradam e impressionam durante as cenas de ação e os bem-vindos momentos de humor.

4. Guardiões da Galáxia Vol. 2 

Um dos mais adorados e queridos filmes da Marvel Studios, Guardiões da Galáxia tinha altas expectativas para sua continuação, e este talvez tenha sido o grande inimigo da aventura espacial de James Gunn. Seguro com o sucesso do antecessor, o Vol. 2 apresenta uma trama fraca e que exagera no humor, nem de longe tão eficiente quanto no primeiro, e não tem o mesmo senso de surpresa que nos conquistou em 2014. Porém, Guardiões 2 se beneficia de um bom vilão, elenco afiado e um visual espetacular, sendo o mais belo filme do MCU até agora. Ah, claro, e meus parabéns a Gunn pela fantástica escolha musical do Awesome Mix Vol. 2, ainda melhor do que o primeiro.

3. Mulher-Maravilha

É inegável que Mulher-Maravilha seja o filme mais redondo e menos problemático do DCEU. Já tendo roubado a cena em sua breve participação em BvS, Gal Gadot ganha uma aventura à moda antiga e sem muitos riscos em seu primeiro filme solo como a Princesa Amazona, sendo um filme que equilibra muito bem todos os temas sérios da DC com um senso de humor mais leve e quase próximo do romance. Patty Jenkins entrega uma ótima direção, com algumas das melhores cenas de ação da DC até então, e o futuro parece mais empolgante quando seguimos Diana Prince.

2. LEGO Batman: O Filme

Após conquistar o público com o surpreendente Uma Aventura LEGO, a empresa dos bloquinhos se une à DC Comics para um spin off baseado no Cavaleiro das Trevas. O resultado? Estamos diante de uma obra inesquecível que marca um renascimento leve e divertido que o herói tanto merece. Uma obra capaz de marcar desde a infância o quão incrível e rico esse personagem é, em sua máxima versatilidade de conseguir ilustrar histórias tão densas e depressivas quanto narrativas fofas e divertidas para todas as idades.

1. Logan

Vendido como um faroeste distópico, a emocionante despedida de Hugh Jackman como Wolverine é o mais adulto e dramático filme de toda a franquia, e também um dos mais distintos em todo o cinema de quadrinhos. Logan é um filme violento e que preocupa-se com seu protagonista de forma admirável, jogando-o em um western pós-apocalíptico ao lado de um decadente Professor X e uma brutal X-23, com a direção segura de James Mangold oferecendo uma história forte e impacante – ainda que defeituosa em relação a seus antagonistas. Uma homenagem digna.  

Qual foi o seu filme de super-herói preferido de 2017? Comente!