O presidente Jair Bolsonaro fez nesta sexta-feira (29) uma acusação contra o ator Leonardo DiCaprio, dizendo que o astro americano é o culpado por ajudar a “tacar fogo” na Amazônia, e tal acusação foi feita sem apresentar provas. (Via Estadão)

Bolsonaro declarou diante de apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada:

Agora, Leonardo DiCaprio é um cara legal, né? Dando dinheiro para tacar fogo na Amazônia”.

Leonardo Dicaprio é um ativista ecológico, além de ator, e promove muitas campanhas para combater o aquecimento global e a preservação do meio-ambiente. Em agosto deste ano, a Earth Alliance, fundação na qual o ator é o fundador, anunciou a doação de US$ 5 milhões para combater as queimadas na Amazônia.

“Uma ONG contratou 70 mil por uma foto de queimadas. Então o que o pessoal da ONG fez? O que é mais fácil? Tocar fogo, tira foto, filma, a ONG divulga, faz campanha contra o Brasil, entra em contato com Leonardo DiCaprio e ele doa 500 mil dólares para essa ONG. Uma parte foi para o pessoal que estava tacando fogo. Ô Leonardo, você está colaborando com a queimada na Amazônia, assim não dá”, disse Jair Bolsonaro em uma live feita pelas redes sociais na última quinta-feira (28).

Tais acusações feitas na live também não tiveram nenhuma provas apresentada contra o ator. Antes da live feita na quinta-feira o deputado federal Eduardo Bolsonaro já havia acusado Leonardo DiCaprio de ser o responsável pelas queimadas na região.