em , ,

Microsoft arquiva filme do Superman em pedaço de vidro

A tecnologia de armazenamento e arquivamento de dados são áreas de bastante interesse para empresas que como a Warner Bros. que produz entretenimento mundial e precisa arquivar tudo que é feito. E pensando nisso, a Warner Bros. e a Microsoft se juntaram para testar um jeito de preservar todo esse conteúdo criado pela produtora. O projeto denominado de Project Silica, criado pela Microsoft Research que utiliza o método de óptica laser e IA para armazenar os dados em vidro de quartzo.

Acontece da seguinte forma: em um pedaço de vidro de sílica de 7,5 cm x 7,5 cm x 2 mm foi capaz de capturar o filme do Super-Homem (1978) no formato tridimencional de nanoescala. O Projeto Sílica liderado pela Microsoft Research colocou 75,6 GB de dados dentro do vidro de quartzo.

A Microsoft entende que o projeto trabalha no desenvolvimento de tecnologias de armazenamento de longo prazo para a nuvem, assim atendendo a demanda crescente do mercado e afastando a mídia magnética tradicional e dando espaço para o uso do vidro de sílica que é mais durável. 

A Warner Bros. se interessou pelo projeto porque atualmente utiliza, para armazenar suas produções, bobinas de filme em cofres de armazenamento refrigerado para preservar a vasta variedade de filmes e séries de TV. A empresa buscava uma solução de armazenamento a longo prazo de arquivamento há algum tempo, procurava uma tecnologia que pudesse oferecer armazenamento de dados “frios”, arquivos com muito valor, mas que não precisem ser acessados a todo instante pela empresa. 

Os métodos atuais de armazenamento da Warner Bros. precisam de manutenção e monitoramento frequente por causa de sua fragilidade, e o quartzo de vidro utilizado no Project Silica se mostrou resistente após ser fervido, colocado no microondas, cozido e desmagnetizado, e mesmo assim não houve perda de dados.

O uso do vidro de sílica irá permitir que os dados armazenados sejam lidos do jeito que saíram da câmera, mantendo a qualidade original dos pixels. Isso combinado com os custos de fabricação dos negativos dos filmes para o conteúdo de TV Digital, o novo armazenamento pode ser um substituto muito mais barato e de melhor qualidade para a criação de arquivos.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Gabriel Danius

Jornalista e cinéfilo de carteirinha amo nas horas vagas ler, jogar e assistir a jogos de futebol. Amo filmes que acrescentem algo de relevante e tragam uma mensagem interessante.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Ricky Gervais apresentará o Globo de Ouro pela quinta vez

Disney+ comete grave erro técnico com Os Simpsons e fãs estão enfurecidos