Feud!

Depois das polêmicas declarações de James Cameron acerca de Mulher-Maravilha, onde o bilionário diretor chama o filme da DC de um “retrocesso para o feminismo”, a diretora Patty Jenkins publicou uma resposta classuda e sensata em seu Twitter pessoal.

Confira:

A inabilidade de James Cameron de entender o que Mulher-Maravilha é, ou o que representa, para mulheres não é surpreendente, já que – ainda que seja um grande cineasta – ele não é uma mulher. Mulheres fortes são ótimas. Seu elogio sobre meu filme Monster – Desejo Assassino, e nosso retrato de mulheres fortes e danificadas foi muito bem-vindo. Mas se as mulheres tiverem sempre que ser duronas ou problemáticas para ser fortes, e se não somos livres para ser multidimensionais ou celebrar um ícone da mulher em toda a parte porque ela é atraente e adorável, então não progredimos muito. Eu acredito que mulheres podem e devem ser TUDO que um protagonista homem deve ser. Não existe um tipo de mulher poderosa certo ou errado. E o gigantesco público feminino que fez o filme o sucesso que é, certamente pode escolher e julgar seus próprios ícones de progresso.

Ixi, Sr. Cameron…