em , ,

Netflix e YouTube reduzem a qualidade de streaming na Europa durante surto do coronavírus

Como medida para desacelerar o contágio do novo coronavírus na Europa, diversos países orientaram que seus habitantes ficassem em casa. Nisso, um fator importante entrou em jogo: para passar o tempo, as pessoas tem usado a carga de internet de modo excessivo.

Isso fez com que a União Europeia, temendo que os acessos pudessem sobrecarregar as redes do continente, solicitasse que plataformas de streaming diminuíssem a qualidade de transmissão. E foi o que aconteceu.

Na última quinta-feira (19), a Netflix acatou o pedido e anunciou que a redução vai durar pelos próximos 30 dias. A informação é da Variety.

“Por conta dos desafios criados pelo coronavírus, a Netflix decidiu começar a reduzir a taxa de bits em todas as nossas transmissões na Europa. Estimamos que isso reduzirá o tráfego nas redes da Europa em 25%”, informou um porta-voz da empresa.

E, nesta sexta-feira (20), foi a vez do Google de anunciar que seguirá a solicitação com o YouTube, segundo a agência Reuters. Não há informação sobre quantos dias a medida ficará em vigor.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Matheus Fragata

Editor-geral do Bastidores, formado em Cinema seguindo o sonho de me tornar Diretor de Fotografia. Sou apaixonado por filmes desde que nasci, além de ser fã inveterado do cinema silencioso e do grande mestre Hitchcock. Acredito no cinema contemporâneo, tenho fé em remakes e reboots, aposto em David Fincher e me divirto com as bobagens hollywoodianas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Minions 2 é adiado por tempo indeterminado

Jogadores de Fallout 76 também estão estocando papel higiênico dentro do game