em ,

O Peso da Alma | Conheça a História do experimento 21 Gramas

Além de ser nome de um famoso filme dirigido por Iñarritu, muita gente conhece a fatídica quantidade de 21 Gramas por conta de um experimento muito inusitado realizado e publicado em 1907 pelo médico de Massachusetts, Duncan MacDougall

Acreditando que a alma humana possuía massa, o médico tentou comprovar a existência da alma através de uma série de experimentos envolvendo balanças de alta precisão. 

Utilizando seis pacientes terminais do hospital em que trabalhava, MacDougall utilizou balanças nas camas para pesar qualquer diferença de peso que ocorresse quando algum deles viesse à óbito. 

Com essa quantidade muito limitada de sujeitos ao experimento, dos seis que morreram, apenas um apresentou uma diferença de peso poucos momentos depois de sua morte. O sujeito havia perdido exatas 21.3 gramas. 

Mesmo reconhecendo que seu experimento seria desprezado pela comunidade científica, MacDougall mencionou que somente por ter conseguido um resultado importante, a comunidade científica deveria levar o experimento adiante em diversas repetições. Entretanto, apesar dos clamores do médico, até hoje esse experimento é ignorado pelas grandes mentes da Ciência. 

Mesmo assim, o resultado que MacDougall atingiu foi tão popular que o conceito do peso da alma ser de 21 gramas se tornou praticamente um senso comum.

Em resposta à publicação do estudo, outro médico chamado Augustus Clarke rapidamente se tornou uma figura popular da vertente descrente do experimento. O médico destacou que, no momento da morte, há uma súbita alta na temperatura do corpo, pois os pulmões param de resfriar o sangue e, por consequência, ocasiona em algumas horas de suor o que justificaria a perda da massa apontada no experimento. 

Além disso, Clarke destacou que como os cães não possuem glândulas sudoríparas, eles não apresentariam nenhuma diferença de peso no momento de seu óbito, invalidando a teoria do peso da alma.

A última vez que o experimento foi contestado foi em 2013 através de um artigo publicado na Snopes. Enquanto isso, ninguém tentou replicar o experimento de MacDougall. Muito provavelmente porque a existência da alma possa ter que reformular diversos conhecimentos já praticamente dogmáticos nas ciências da natureza.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Matheus Fragata

Editor-geral do Bastidores, formado em Cinema seguindo o sonho de me tornar Diretor de Fotografia. Sou apaixonado por filmes desde que nasci, além de ser fã inveterado do cinema silencioso e do grande mestre Hitchcock. Acredito no cinema contemporâneo, tenho fé em remakes e reboots, aposto em David Fincher e me divirto com as bobagens hollywoodianas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Idosa inglesa corta as luzes natalinas dos vizinhos

Garoto de 12 anos monta a sua própria escola para ajudar jovens da região