em ,

Os 5 Piores Filmes Live-Action da Disney

A Disney vem investindo em remakes live-Actions há algum tempo, filmes como Malévola e a Bela e a Fera são apenas o início de muitos outros que virão pela frente. O Rei Leão e Aladdin estão em desenvolvimento e muitos outros clássicos Disney estão sendo trabalhados. Só que antes dessa nova onda recente dos live-Actions já era um conceito bastante trabalhado pela Disney e alguns desses remakes feitos são de péssimo gosto. Aqui uma lista com live-Actions de qualidade baixa.

Inspetor Bugiganga (1999)

Conhecido por ser um personagem excêntrico dos desenhos foi levado aos cinemas com certa expectativa. Só que se mostrou uma produção muito aquém do imaginado e por ser da Disney é de se imaginar que a qualidade deveria ser outra e não a que é apresentada. O que segura o longa é o carisma de Matthew Broderick e sem ele possivelmente o resultado seria pior do que é visto. Inspetor Bugiganga é um personagem interessante, o problema é que a tecnologia da época não ajudou muito em criar parafernálias bizarras que ajudassem o personagem, talvez nos dias de hoje ele se sairia melhor nos cinemas. 

Popeye (1980)

Robin Williams (Jumanji) e Shelley Duvall (O Iluminado) protagonizaram a famosa dupla Olivia e Popeye, dois personagens vindos do famoso desenho. É um filme que é bem caracterizado, mas exagera demais no jeito que monta as cenas e os personagens, para não dizer que chega a ser cafona de tão exagerado que ficou. Robert Altman (Nashville) foi quem dirigiu essa obra que tem algumas peculiaridades com o desenho original, mas a diferença é que tudo ficou muito caricato e bobo do jeito que foi feito.

101 Dálmatas (1996)

Filmes com cachorros quase sempre dão certo e são apostas que trazem um retorno em bilheteria. 101 Dálmatas foi levado aos cinemas com atores reais, transformando um desenho fofinho em uma produção esdrúxula e cheia de confusões de roteiro que lembravam o filme Beethoven. Vale pela beleza exuberante dos Dálmatas e pela excepcional interpretação de Glenn Close como a vilã Cruella, sem ela possivelmente o filme seria pior do que é.

Alice Através do Espelho (2016)

Alice no País das Maravilhas é um desenho clássico da Disney adaptado de dois livros de Lewis Carroll. Um deles é o próprio Alice no país das maravilhas e o outro é Alice através do espelho. Acontece que o clássico de 1951 se inspirou nas duas obras para criar o mundo mágico de Alice e o diretor Tim Burton ao criar o live-action de Alice através do espelho pegou elementos da animação e do livro para conceber sua produção. O resultado não foi tão interessante quanto o imaginado por se tratar de um produto de Burton e por contar com nomes importantes no elenco como Johnny Depp. É uma produção visualmente bonita, mas sem alma e com uma trama bastante sonolenta.

Meu Amigo, O Dragão (2016)

Dos live-actions aqui listados é o de melhor qualidade gráfica, já que o dragão é de uma beleza ímpar. O problema mesmo é a história que exagera com cenas desnecessárias e na obviedade como elas são trabalhadas. É um longa bonitinho e fofinho, mas que usa como artificio a estranheza do desconhecido como uma saída para várias situações.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Gabriel Danius

Jornalista e cinéfilo de carteirinha amo nas horas vagas ler, jogar e assistir a jogos de futebol. Amo filmes que acrescentem algo de relevante e tragam uma mensagem interessante.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

herois hydra marvel

Lista | 5 Heróis que já Fizeram parte da Hydra