A terceira temporada de Outlander, adaptada do terceiro volume da franquia fantástica de Diana GabaldonO Resgate no Mar, não tem estreia até o dia 10 de setembro na Starz, mas o showrunner Ronald D. Moore e seus produtores já estão com os olhos no próximo desafio: transformar o quarto romance, Os Tambores de Outono em uma temporada de treze episódios para 2018.

Graças à decisão da emissora em pegar as temporadas três e quatro ao mesmo tempo, Moore e seu time já começaram a escrever os roteiros para a nova gama de capítulos, cuja ambiência se dá na colônia da Carolina do Norte em pleno século XVIII, bem como nas cidades de Boston e Inverness no século XX. “Estamos mergulhados na escrita”, Moore declarou à revista online Entertainment Weekly. “Há equipes na base escocesa, e já temos outras preparadas para o que der e vier. Estamos andando rápido”.

Moore disse também que o plano é ter locações na Escócia que inclusive se assemelhem aos territórios americanos do século XVIII, mas “nós também iremos para a Europa Ocidental e gravar algumas coisas nas montanhas e rios da Carolina do Norte”.

Enquanto isso, a quarta temporada começou sua pré-produção com o casting em maio, quando os produtores encontraram dois cachorros nórdicos para encarnarem o “papel” do cãozinho Rollo. De acordo com Gabaldon, “em Os Tambores de Outono, Rollo entra primeiramente em contato com o jovem Ian Murray. Rollo e Ian se conhecem nas docas da Carolina do Norte, quando ele o ganhou num jogo de cartas e essa relação se transformou em uma das mais fortes da franquia inteira, também indicando que Rollo tornou-se um membro da crescente família Fraser”.

Agora que essa parte já foi resolvida, Moore e sua parceira Maril Davis estão na busca de uma ajuda humana. “A quarta temporada é inteiramente sobre Jocasta, tia de Jamie”, Davis declarou. “E há também muitas pessoas dentro da casa de Jocasta, incluindo o Capitão Stephen Bonnet e diversos papéis para nativos americanos – alguns dos quais são hilários”.