em ,

Pedro Bial afirma que Democracia em Vertigem é “insuportável, Petra chora o filme inteiro”

Pedro Bial não está nem um pouco contente com a indicação ao Oscar de Democracia em Vertigem, filme de Petra Costa que aborda numa ótica de esquerda sobre o impeachment  de Dilma Roussef e a prisão de Lula, líder do PT. 

“Eu dei muita risada. É um ‘non sequitur’ atrás do outro”, disse, ao podcast Time Line. A expressão em latim caracteriza um discurso cujas conclusões não decorrem das premissas.

“[O filme] vai contando as coisas num pé com bunda danado”, continuou. Bial também criticou a “narração miada, insuportável, onde ela [Petra Costa, a diretora e narradora] fica choramingando o filme inteiro”.

“É um filme de uma menina dizendo para a mamãe dela que fez tudo direitinho, que ela está ali cumprindo as ordens e a inspiração de mamãe, somos da esquerda, somos bons, não fizemos nada, não temos que fazer autocrítica. Foram os maus do mercado, essa gente feia, homens brancos, que nos machucaram e nos tiraram do poder, porque o PT sempre foi maravilhoso e Lula é incrível”, disse ainda.

“É uma ficção alucinante. É mais que maniqueísmo, é uma mentira”, afirmou. O filme está na Netflix, mas não é o favorito para conquistar o Oscar que pode ficar para Honeyland ou Apollo 11.

O que você achou desta publicação?

Redação Bastidores

Publicado por Redação Bastidores

Perfil oficial da redação do site.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Loki se passará após Vingadores: Ultimato, confirma Disney

Hamilton vai ganhar versão no cinema